O realizador Peter Jackson irá realizar um novo documentário sobre os Beatles. O neozelandês que ficou famoso graças a trabalhos como os filmes “Senhor dos Anéis” e “Hobbit” vai liderar um projeto que pretende analisar e editar cerca de 55 horas de gravações inéditas filmadas em 1969, quando o mítico grupo inglês estava em estúdio a gravar o seu último álbum, “Let it Be”.

Esta não é a primeira aventura de Jackson no mundo dos documentários — há poucos meses foi divulgado um outro seu trabalho, no mesmo registo, que explorou filmagens restauradas e colorizadas da Primeira Guerra Mundial (They Shall Not Grow Old” é o nome desse trabalho). Este próximo projeto — que ainda não tem título — foi anunciado na passada quarta-feira, dia em que se celebrou o 50º aniversário do último concerto dos The Beatles, uma atuação memorável que decorreu no topo de um estúdio de gravação, em Londres.

“Este filme é uma oportunidade única para os fãs poderem ver os Beatles como nunca dantes”, afirmou o realizador num comunicado. “É como se fosse uma máquina do tempo que nos transportará para 1969 para que possamos nos possamos sentar com estes quatro amigos, no estúdio, e vê-los fazer música.”