O secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, desejou esta quarta-feira “a mais rápida recuperação” ao futebolista Iker Casillas, um atleta “com muita qualidade e excelência”, que sofreu um enfarte agudo do miocárdio.

“Desejo a mais rápida recuperação e melhoras ao Iker Casillas, alguém que, não sendo um atleta português, é um atleta que prestigia muito um dos maiores clubes portugueses. Ele próprio é um jogador com muita qualidade e excelência”, afirmou João Paulo Rebelo, em declarações à comunicação social, à margem do Estoril Open, em ténis.

O secretário de Estado reforçou a declaração, afirmando que “não é muito comum [acontecer] com alguém que está numa prática desportiva de alta competição”.

O guarda-redes espanhol Iker Casillas está bem e estável, após ter sofrido “um enfarte agudo do miocárdio durante o treino”, informou hoje o FC Porto.

“Iker Casillas sofreu um enfarte agudo do miocárdio durante o treino da manhã desta quarta-feira, realizado no Centro de Treinos e Formação Desportiva PortoGaia, no Olival”, lê-se num comunicado dos ‘dragões’.

De acordo com o mesmo documento, “a sessão de trabalho foi prontamente interrompida para ser prestada assistência ao guarda-redes do FC Porto, que se encontra neste momento no Hospital CUF Porto”.

“Casillas está bem, estável e com o problema cardíaco resolvido”, conclui o FC Porto no comunicado.

Há pouco mais de um mês, Iker Casillas, que faz 38 anos este mês, renovou o contrato com o FC Porto, ao qual chegou em 2015/16, depois de ter feito toda a carreira no Real Madrid, tendo na última temporada ajudado os ‘dragões’ a alcançarem o título nacional.

Numa carreira que já dura duas décadas, o guardião conquistou um Campeonato do Mundo e dois Europeus com a seleção espanhola e, ao serviço do Real Madrid, foi cinco vezes campeão de Espanha e levantou três vezes o troféu da Liga dos Campeões.

No seu currículo, Casillas tem ainda um Campeonato do Mundo de clubes e duas Supertaças europeias, além de duas Taças do Rei de Espanha.

Com 167 internacionalizações por Espanha, o guarda-redes entra na lista dos jogadores de sempre que mais vezes representaram a sua seleção.