O FC Porto abriu o marcador no final da Taça de Portugal com um golo de Tiquinho Soares, mas a estrela do golo nem foi o avançado dos “dragões”. Ainda estava Jorge Sousa a ouvir a sentença do vídeo-árbitro e já o treinador dos portistas Sérgio Conceição levantava a camisola amarela do guarda-redes espanhol. Depois foi Soares, autor do golo, a correr para o banco e continuar a homenagem.

Perante a homenagem dos companheiros, Iker Casillas, na tribuna do Estádio Nacional a assistir à partida, não conteve as lágrimas. O guardião espanhol sofreu um enfarte do miocardio no início deste mês e esteve internado durante alguns dias. Falha o resto da temporada e o futuro da carreira ainda é incerto.