Rádio Observador

Festas

Carlão e Xutos e Pontapés são cabeças de cartaz das festas de Loures

As festas do concelho de Loures, no distrito de Lisboa, realizam-se de 19 a 28 de julho. A atuação da banda Amor Electro na sexta-feira a partir das 22h30 em Sacavém marca a abertura das festividades.

Todos os concertos e atividades têm entrada gratuita

JOSE SENA GOULAO/EPA

Autor
  • Agência Lusa

A celebração da diversidade volta a ser o mote da edição deste ano das festas do concelho de Loures, que terá como cabeças de cartaz o cantor Carlão e a banda Xutos e Pontapés.

As festas do concelho de Loures, no distrito de Lisboa, realizam-se de 19 a 28 de julho e, tal como nas quatro edições anteriores, a autarquia pretende apresentar “um programa diversificado” tanto a nível de artistas como de espaços, segundo explicou à agência Lusa o vice-presidente da Câmara Municipal de Loures, Paulo Piteira (CDU).

“O município de Loures assinala este ano 133 anos e tem uma história com um percurso diversificado e recheado de episódios únicos. A riqueza, diversidade e multiculturalidade é algo que está sempre presente”, sublinhou o autarca do distrito de Lisboa.

As festividades arrancam na sexta-feira com a atuação da banda Amor Electro, a partir das 22h30 na rua da Mina de São Domingos, em Sacavém.

A nível de concertos, outros dos pontos altos destas festividades são as atuações dos Diabos na Cruz (25 julho), da fadista Raquel Tavares (26 julho), de Carlão (27 julho) e dos Xutos e Pontapés (28 julho), todas elas a partir das 22h30 no Palco Loures, montado no parque de estacionamento das Tinalhas, em frente aos Paços do Concelho.

O cartaz das festas de Loures inclui também atividades desportivas e culturais, como pintura, exposições, feiras de rua e ateliês infantis. Todos os concertos e atividades têm entrada gratuita.

O orçamento previsto para a edição deste ano das festas de Loures é de 255 mil euros, um valor superior ao da edição anterior.

“Em Loures todos os espetáculos são gratuitos, o que é uma marca distintiva do concelho. Para nós a cultura é importante e um bem essencial”, afirmou.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)