A mais recente sondagem realizada em Espanha continua a pôr o PSOE como o grande vencedor das eleições, marcadas para o dia 10 de novembro, e o Vox como quarta força política.

Segundo o jornal El Mundo, que publicou uma sondagem do Sigma Dos esta segunda-feira, o partido liderado por Pedro Sánchez conta com 27,5% das intenções de voto, o que corresponde a 124 deputados. Uma ligeira descida, comparativamente à sondagem anterior, de 9 de outubro, onde o PSOE teve 27,9% — o número de deputados manteve-se.

Uma queda relativamente às últimas eleições, onde o PSOE conquistou 28,8%, o que correspondeu a 123 deputados — menos um do que as últimas sondagens.

Em segundo lugar, está o PP com 20,6% das intenções de voto (96 deputados) e em terceiro o Unidas Podemos com 13,2% (34 deputados). Se o partido de Pablo Casado teve uma descida de 0,7 pontos percentuais relativamente à sondagem anterior (21,3%), o Podemos, liderado por Pablo Iglesias, subiu três pontos percentuais, de 10,0% para 13,2%. Em termos de número de deputados, o PP soma 96 — menos dois do que a sondagem de 9 de outubro — e o Podemos 34 (mais 12).

Recorde-se que, nas eleições de 28 de abril, o partido liderado por Casado teve 17,20% dos votos (66 deputados) e o partido de Iglesias 15,05% (42 deputados).

O Vox surge como quarta força política na sondagem desta segunda-feira do El Mundo com 10,7% das intenções de voto, correspondendo a 31 deputados. O partido de extrema-direita, que chegou ao Parlamento nas últimas eleições ao fim de 40 anos, tem vindo a crescer: na sondagem anterior, o partido de Santiago Abascal teve 10,2% das intenções de voto (31 deputados).

Contudo, a sondagem deste domingo do El Español colocava o Vox em terceiro lugar, com 10,5% — elegendo entre 32 a 34 deputados —, ultrapassado apenas pelo PSOE (27,4%) e o PP (20,9%). Nesta sondagem do Sociométrica, o Unidas Podemos tem 12,3% (31 a 33 deputados) e o Cidadãos 9,3% (17 a 19 deputados).

O Cidadãos cai assim para quinta força política. O partido de Albert Rivera, que na sondagem de 9 de outubro tinha 12,6% das intenções de voto, conta agora com 9,8% e passou de 35 para 21 deputados — menos 10 do que o Vox. Números bastante abaixo dos resultados eleitorais de abril, em que Cidadãos teve 16,13% dos votos, elegendo 57 deputados.

De acordo com o El Mundo, o PSOE e o Vox têm vindo a ‘roubar’ votos ao Cidadãos, nomeadamente o partido de Abascal — quase 6,4%, o que corresponde a um aumento de 30% no número de deputados.

De ressalvar, contudo, que esta sondagem foi realizada antes de ser conhecida a sentença dos políticos catalães.