O Monopoly é, muito provavelmente, um dos jogos de mesa mais populares, ou não entretivesse jogadores há precisamente 84 anos. Comercializado em 103 países e traduzido em 37 línguas, não é fácil encontrar um rival à altura do popular jogo de tabuleiro, que já se apresentou em diversas versões específicas. Agora junta a todas elas mais uma, ao concentrar as “propriedades” ao longo do circuito do Anel Norte de Nürburgring.

A mecânica desta versão do Monopoly mantém as características essenciais, uma lição de como a economia funciona, em que os jogadores adquirem propriedades – aqui zonas do circuito, todas elas muito conhecidas por quem lá já correu (ou rodou) –, que depois urbanizam de forma a elevar “as pernoitas” dos adversários. Que estes são obrigados a pagar sempre que, por sorte ou azar dos dados, lá vão parar.

Em vez de comprar um terreno na 5ª Avenida, na versão americana, ou no Rossio, na portuguesa, o jogador é tentado a investir ao longo dos 20 km do traçado, com as suas 154 curvas. As zonas mais caras são também as mais populares, como o Karussell e o Brünnchen, para Galgenkopf e Bergwerk se assumirem como as mais em conta.

O jogo não está disponível em Portugal, mas é relativamente fácil de encontrar na Alemanha, especialmente na loja do circuito alemão, onde é proposto por 44.95€, ou através da Internet, via o próprio site.