Nunca é fácil um festival conseguir manter-se vivo no centro de Lisboa, especialmente quando os chamados “grandes” — como o Alive ou o Super Bock — já se começaram a apetrechar para o ano que vem. Foi por isso que o ID-NO LIMITS, o recente festival de música eletrónica e urbana que acontece no Centro Congressos do Estoril, decidiu anunciar já o que aí vem: Slow J, Joe Kay, Trikk e Shaka Lion, entre outros.

Comecemos pelo primeiro nome, até porque o rapper e produtor tem um álbum novo, You Are Forgiven, desde setembro deste ano, e depois de ter estado Super Bock em Stock, volta agora para se apresentar ao público de Cascais. O produtor e DJ Trikk é outro nome que mostrou trabalho este ano, com o seu EP Facas, e que traz o house underground para compor o festival.

Já Joe Kay pisa, pela primeira vez, solo português. O DJ e co-fundador da Soulection — plataforma mundial para o desenvolvimento de músicas e artistas — traz para as salas do Centro Congressos do Estoril uma mistura de sons, do tropical ao R&B. Do menu de nomes grandes falta ainda falar de Shaka Lion, que assegura uma espécie de estado zen que viaja entre diferentes países, do Brasil à Jamaica.

A estes nomes — no total foram anunciados 13 novas confirmações — podemos juntar Holly, o português que anda a dar cartas nos Estados Unidos e que lançou este ano o EP Alameda 100, o trio de indie pop VAARWEll, Chong Kwong, promessa do hip hop nacional, ou Inês Duarte.

Antes, o festival da produtora Live Experiences já tinha anunciado para o seu cartaz nomes como Rejjie Snow, Kelsey Lu, Kindness, Jordan Rakei, Ezra Collective, Moses Boyd, Coucou Chloe, Biig Piig, Lhast, Carla Prata e PEDRO. Ao todo são 24 artistas, espalhados em quatro palcos, com passes a começar nos 25 euros. O bilhete diário fica nos 40 euros.

Informação completa sobre o ID-NO LIMITS aqui.