O romance vencedor da edição deste ano do Booker Prize, Shuggie Bain, vai ser publicado em 2021 em Portugal pela Alfaguara, anunciou esta sexta-feira a chancela do grupo Penguin Random House. O prémio foi atribuído ao final da tarde desta quinta-feira, durante uma cerimónia transmitida online pela BBC.

Romance de estreia do escocês Douglas Stuart, Shuggie Bain baseia-se na infância e juventude do próprio autor, passada em Glasgow, na década de 1980. Conta a história de um filho homossexual, Shuggie, e da sua mãe alcoólica, Anne. “Cresci em Glasgow nos anos 80 e foram tempos muito duros”, admitiu o autor. “A minha mãe era alcoólica e morreu quando era criança, e durante 30 anos carreguei essa perda, esse amor, esse sofrimento, e quis contar o que foi crescer como gay naquela cidade”, declarou Stuart, de 44 anos.

Escocês Douglas Stuart vence Booker Prize 2020

Clara Capitão, editora da Alfaguara, descreveu a personagem Shuggie como “inesquecível” e “de tal forma real, que ainda hoje, vários meses passados sobre a leitura, dou por mim a imaginar como estará ele, se a vida andará a tratá-lo melhor”. Em comunicado, a editora revelou que leu Shuggie Bain durante o confinamento, em março.

“Era uma leitura dura, talvez não a mais recomendada para um momento em que todos estávamos tão assustados. Mas ler aquela história, ao mesmo tempo tão triste e tão bonita, deu-me a possibilidade de olhar para lá do meu universo doméstico e relativizar as minhas queixas ou preocupações.” Ainda segundo Clara Capitão, “este livro tem uma extraordinária capacidade de despertar uma profunda empatia e compaixão, de mostrar que temos de estar mais atentos e disponíveis para os outros, agora e sempre”.