O Nacional venceu esta quarta-feira no Funchal o Leixões por 3-1, em jogo da quarta eliminatória da Taça de Portugal em futebol e marcou encontro com o FC Porto nos oitavos de final da prova.

O Leixões efetuou uma primeira parte de excelente nível, muito pressionante e personalizado, não concedendo muitas veleidades ao Nacional.

Contudo, depois de uma primeira oportunidade num cabeceamento de Wallyson Mallmann, o Nacional adiantou-se no marcador à passagem dos 15 minutos, por Kenji Gorré, assistido por Bryan Róchez na primeira vez que se acercou à baliza.

O Leixões reagiu de pronto e, dois minutos volvidos, restabeleceu a igualdade pelo jovem de 19 anos Rodrigo Ferreira, que, no seu segundo jogo pela equipa principal, se estreou a marcar.

O Nacional surgiu melhor na segunda metade e esteve perto do golo em duas ocasiões pelo recém entrado Brayan Riascos, que haveria de surgir aos 54 minutos, pelo avançado colombiano, que, mesmo depois de se atrapalhar, conseguiu rematar fora do alcance de Stefanovic.

O Leixões reagiu e, aos 75 minutos, esteve muito perto de igualar, com Rui Pedro a rematar colocado, mas junto ao poste.

Já no declinar da contenda, aos 86 minutos, o Nacional ‘selou’ a história da contenda, com novo golo de Brayan Riascos.

Nacional – Leixões, 3-1.

Ao intervalo: 1-1.

Marcadores:

1-0, Kenji Gorré, 15 minutos.

1-1, Rodrigo Ferreira, 17.

2-1, Brayan Riascos, 54.

3-1, Brayan Riascos, 86.

Equipas:

  • Nacional: Riccardo Piscitelli, Rúben Freitas, Rui Correia, Júlio César, Witi, Nuno Borges, Francisco Ramos (Danilovic, 71) Vincent Koziello (Larry Azouni, 62), Kenji Gorré (Vincent Thill, 83), João Victor (Brayan Riascos, 46) e Bryan Róchez.

(Suplentes: Rui Encarnação, Lucas Kal, Larry Azouni, Danilovic, João Vigário, Vincent Thill e Brayan Riascos).

Treinador: Luís Freire.

  • Leixões: Stefanovic, Jefferson Encada, Pedro Pinto, Brendon Lucas, Tiago André (Rafael Furlan, 86), Wallyson Mallmann, Jota Garcês (Jota Silva, 67), Avto, Kiki (Sapara, 72), Rodrigo Ferreira e Rui Pedro.

(Suplentes: Tiago Silva, Rafael Furlan, Edu Machado, Paulo Machado, Sapara, Jota e Lucas Lopes).

Treinador: João Eusébio.

Árbitro: Manuel Mota (AF Braga).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Brendon Lucas (02), Vincent Koziello (08), Rúben Freitas (34) e Brayan Riascos (67).

Assistência: Jogo realizado à porta fechada devido à pandemia de Covid-19.