Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

O polémico documentário “Framing Britney Spears” já tem data de estreia em Portugal. Na próxima segunda-feira, 22 de fevereiro, pelas 22h, a investigação que foi produzida pelo The New York Times vai passar na íntegra no canal Odisseia.

Se antes da estreia oficial do documentário nos EUA a história recente da mega-estrela da pop já fazia correr tinta nas páginas de jornais, quando este chegou à plataforma de streaming Hulu, no início de fevereiro, o tema tornou-se ainda mais presente. “Framing Britney Spears” investiga a legitimidade da tutela legal da cantora, que é exercida pelo seu pai, e lança uma luz sobre as sombras que envolveram e ainda envolvem a vida e carreira da autora de êxitos como “Ups I Did It Again” e “Toxic”.

A fortuna, a saúde mental e as injustiças do passado. Poderá um novo documentário libertar Britney Spears?

A produção levada a cabo pelo jornal norte-americano baseia-se em entrevistas e depoimentos exclusivos de pessoas próximas de Spears e membros do movimento #FreeBritney, iniciativa que desde 2009 defende publicamente a independência da cantora. Em comunicado oficial, o canal Odisseia diz ainda que “o documentário põe também em evidência a campanha machista por parte dos meios de comunicação e entretenimento norte-americanos de que foi vítima durante a sua carreira.”

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR