A Bolt, uma das plataformas de TVDE (transporte individual e remunerado de passageiros em veículos descaracterizados) a operar em Portugal, vai lançar na Estónia o Bolt Drive, um projeto de partilha de carros. A empresa planeia investir 20 milhões de euros nesta iniciativa até ao final do ano. “A missão da Bolt” é “ajudar a reduzir a utilização dos carros pessoais”, diz Markus Villig, o presidente executivo e fundador da empresa.

Em comunicado, a startup de mobilidade diz que vai tornar-se “na primeira plataforma de mobilidade na  Europa a disponibilizar, numa só aplicação, as soluções de partilha de carros, ride hailing [pedido de motoristas] e micromobilidade, através das bicicletas e trotinetes elétricas. Além destes serviços, a startup detém também a Bolt Food, uma aplicação concorrente à Uber Eats ou à Glovo que foi lançada em Portugal em 2020. Contudo, quanto ao Bolt Drive, ainda não há informação sobre quando é que poderá chegar a Portugal.

Bolt concorre com Uber Eats e Glovo e passa também a entregar refeições

Quanto a esta nova aposta, Villig diz ainda: “Até ao momento, já conseguimos assegurar essa solução para viagens de curta e média distância, mas agora, com o Bolt  Drive, conseguimos disponibilizar um serviço para todas as situações, seja para uma viagem a um centro comercial ou uma escapadela de fim-de-semana”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A Bolt foi criada na Estónia em 2013. Atualmente, tem mais de 50 milhões de utilizadores em mais de 40 países em toda a Europa e África, segundo dados fornecidos pela startup. A empresa está em Portugal desde janeiro de 2018 e concorre, além dos táxis, com empresas como a Uber.