A startup europeia de mobilidade Bolt lançou esta quinta-feira o serviço Bolt Food em Lisboa, onde vai concorrer com aplicações como a Uber Eats ou Glovo. Na fase de lançamento, o serviço estará disponível apenas numa área limitada de Lisboa, mas o objetivo é expandir para toda a cidade em breve.

“O lançamento deste novo serviço surge numa altura indicada, pois acreditamos que o facto de as pessoas terem a possibilidade de encomendar comida dos seus restaurantes favoritos é algo que as incentivará a que fiquem mais tempo em casa. Neste momento, temos já centenas de estafetas em Lisboa prontos para realizar as primeiras entregas”, explica David Silva, responsável pela Bolt em Portugal, em comunicado.

Quem quiser usar este serviço terá de fazer o download da aplicação Bolt Food, disponível em sistema operativo Android e iOS. Depois de se registarem, os utilizadores conseguem visualizar os restaurantes disponíveis e respetivos menus. Antes de confirmar o serviço, a aplicação permite ainda visualizar o preço da encomenda e o tempo estimado de entrega.

A Bolt Food estreou-se com mais de 260 restaurantes disponíveis na aplicação, nos quais é possível encomendar refeições principais, pequenos-almoços, gelados, sobremesas ou bebidas. Entre os restaurantes, encontram-se nomes como H3, Sushicome, Pizzaria Luzzo, Vitaminas, Joshua’S Shoarma Grill, Poke House, Olá, Weeel Frozen Yogurt ou Nannarella. Tem ainda opções exclusivas para entregas online como o projeto Kitch, a A-100 ou o Savage by Olivier.

Durante o período de lançamento do serviço em Lisboa as encomendas terão taxa de entrega gratuita até uma distância de 4km. Questionada sobre quanto custará esta taxa depois, fonte da empresa disse que ainda não há data limite para o final da campanha, que irá depender da adesão ao serviços nos primeiros dias. “Depois desse momento, a taxa de entrega passará a ser dinâmica, dependendo da distância a que o utilizador estiver do restaurante em questão”, acrescentou.

A Bolt Food foi lançada pela primeira vez na Estónia em agosto de 2019 e atualmente o serviço encontra-se disponível em 29 cidades de 14 países.

*Artigo atualizado com indicação sobre a taxa de entrega