No final da temporada, perante uma assumida vontade de colocar Francisco Trincão a rodar uma época para ter mais minutos e voltar com outra rodagem ao conjunto principal, o Barcelona foi recebendo várias abordagens pelo extremo português, incluindo da Primeira Liga. O Benfica quis saber as condições para uma possível cedência, o Sporting terá mais avançado um pouco mais. No entanto, as conversações nunca passaram disso mesmo e o esquerdino já tem clube para 2021/22: vai jogar por empréstimo no Wolverhampton.

O clube mais português da Premier League, que no verão trocou Nuno Espírito Santo por Bruno Lage, passa assim a contar com mais um elemento nacional na sua armada, que ainda assim vai sofrer mudanças.

Depois dos oito portugueses utilizados na última temporada, nove incluindo também Diogo Jota que se mudou a seguir para o Liverpool, o Wolves já viu sair Vitinha, que estava cedido por empréstimo e não viu acionada a cláusula de opção de 20 milhões prevista no acordo com o FC Porto, e pode perder neste verão Rúben Vinagre, disputado entre os rivais lisboetas, e Rui Patrício, que estará a caminho da Roma de Mourinho. Além destes, João Moutinho, que termina contrato em 2023, poderá ou não antecipar um regresso a Portugal.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Para já, Francisco Trincão vai juntar-se a um plantel onde estão Rui Patrício, Nelson Semedo, Rúben Vinagre, Rúben Neves, João Moutinho, Pedro Neto, Daniel Podence e Fábio Silva. Esta é a segunda cara nova da equipa para 2021/22, depois da contratação do central colombiano Yerson Mosquera, do Atlético Nacional.

“Ele é um jogador excitante. Tem características numa área em que queríamos ter maior competição, em termos de jogadores largos. Penso que os adeptos vão gostar de o ver jogar, ele conduz bem a bola e é um criativo. Observámo-lo muito, especialmente ao longo dos últimos meses, por isso ele estava no nosso radar há muito tempo. Tem muita qualidade – assinar pelo Barcelona quando jogava no Braga prova o seu potencial. Tem 21 anos e já jogou muitos jogos na LaLiga, por isso achamos que está pronto para a Premier League”, começou por comentar Scott Scellars, diretor técnico do clube, em declarações à assessoria de imprensa do clube.

“É um jogador que ultrapassa os adversários e tem uma excelente mudança de direção quando se movimenta com bola. É veloz, com mudanças de direção rápidas e que foge aos adversários, pode criar e marcar, e é um jogador emocionante. É um jogador que tem experiência, boas referências em termos de clubes e jogos internacionais, por isso vai, certamente, acrescentar qualidade ao plantel. Temos um grande contingente português, eles cuidam bem uns dos outros, mas também estão integrados em todo o grupo. São realmente trabalhadores, com uma boa mentalidade, por isso tenho a certeza de que ele se integrará rapidamente. O treinador conhece-o e fala muito bem dele, por isso é um jogador que estamos muito entusiasmados por trazer para o clube”, acrescentou Scott Scellars a propósito da contratação de Franciso Trincão.