As atenções estavam quase todas centradas este domingo na final de Fernando Pimenta em K1 5.000, que se realiza apenas à tarde, mas houve mais um português a brilhar nos Mundiais de canoagem que se estão a realizar em Copenhaga: João Ribeiro conquistou esta manhã a medalha de prata em K1 500.

Ganha, ganha e quer ganhar mais: Fernando Pimenta sagra-se campeão do mundo de K1 1.000 pela segunda vez

Depois de um fantástico arranque com o caiaque que deu nas vistas na Dinamarca por ter desenhada uma águia na parte da frente (alusiva ao clube que representa, o Benfica), o canoísta português esteve na frente durante grande parte da prova mesmo surgindo na pista 2, deixando para trás alguns dos atletas que antes eram apontados às medalhas, sendo apenas ultrapassado na parte final mas segurando o segundo lugar.

Norberto Mourão medalha de bronze nos Mundiais de canoagem adaptada

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O bielorrusso Mikita Borykau, vice-campeão mundial em 2019, conseguiu alcançar o seu primeiro título na categoria com o tempo de 1.38,87, batendo João Ribeiro (1.39,88) e o alemão Moritz Florstedt (1.40,04). O espanhol Pelayo Roza, que estava também apontado ao pódio, não conseguiu dar continuidade à festa da Roja em Copenhaga depois dos ouros em C2 200 femininos e K2 500 masculinos, ficando na quinta posição (1.41,45) atrás do sérvio Bojan Zdelar (1.40,25). O húngaro Peter Gal foi sétimo (1.42,05).

A medalha tem um significado especial para João Ribeiro, que conseguiu assim em Copenhaga aquele que foi o primeiro pódio em K1 em Mundiais, depois de ter ganho o ouro em K2 500 com Emanuel Silva em 2013 e duas pratas em K2 500 (2010) e K4 1.000 (2014). O português já tinha também no seu currículo sete medalhas em Campeonatos da Europa: dois ouros (K4 1.000 em 2011 e K2 500 em 2014), três pratas (K4 1.000 em 2013 e 2015 e K1 500 este ano em Poznan) e dois bronzes (K2 500 em 2011 e K4 1.000 em 2014). Nos últimos Jogos Olímpicos, em K4 1.000, a embarcação nacional terminou em oitavo.

Esta é a terceira medalha de Portugal nestes Mundiais de canoagem em Copenhaga, depois do ouro de Fernando Pimenta em K1 1.000 e do bronze de Norberto Mourão em VL2 200. Ambos os atletas nacionais tinham conseguido também o bronze nessas disciplinas nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos. Ainda em relação a este último dia de Campeonatos do Mundo, Kevin Santos acabou em nono a final de K1 200, ao passo que Teresa Portela terminou na sexta posição na final A, desta vez em K1 500. Na sessão da tarde, Fernando Pimenta estará ainda na luta pelo pódio na final de K1 5.000.