Obrigado por ser nosso assinante. Pode ler este e todos os artigos do Observador em qualquer dispositivo.

Os Rolling Stones arrancaram no passado domingo com a sua digressão “No Filter’”pelos Estados Unidos e deram o seu primeiro concerto após a morte do baterista Charlie Watts.

O início do concerto no estádio The Dome at America’s Center, na cidade de Saint Louis, ficou marcado por um vídeo de tributo ao baterista. Perante um palco vazio e partindo de um silêncio quase absoluto, o vídeo mostrou várias imagens de Charlie Watts e dos seus melhores momentos ao longo dos quase 60 anos de carreira ao lado da banda.

Só depois do vídeo é que os Rolling Stones subiram ao palco, com uma grande ovação e, após a segunda canção (“It’s Only Rock’n Roll But I Like It”), Mick Jagger, Keith Richards e Ronnie Wood dirigiram-se à frente do palco de mãos dadas, segundo relatou a Sky News.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Agradeceram todo o apoio e as mensagens de carinho dos fãs e o vocalista disse: “Esta é a primeira digressão que fazemos sem ele. Vamos sentir tanto a falta do Charlie, no palco e fora dele”. Depois, a banda dedicou a música ‘Tumbling Dice” ao ex-baterista.

Charlie Watts, o homem que, atrás dos pratos da bateria, ajudou a definir o som de uma das bandas mais incontornáveis da história da música popular, os The Rolling Stones, morreu no passado dia 24 de agosto aos 80 anos.

“Vamos ter saudades tuas, meu”. Morreu Charlie Watts, a estrela rock discreta que marcou o ritmo dos Rolling Stones