830kWh poupados com a
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Mulher de Zelensky compra carro de 4,5 milhões?

Depois dos ataques com armas de guerra, os russos atacam agora os ucranianos minando a credibilidade de Zelensky. Acusam a sua mulher de ter adquirido em Paris um Bugatti com um preço de 4,5 milhões.

Os russos voltam a recorrer à propaganda, às redes sociais e à “sua” imprensa para lançar uma campanha tentando denegrir a imagem de Zelensky, acusando a mulher deste de ter adquirido em Paris um exemplar do novo Bugatti Tourbillon, veículo desportivo com 1800 cv que implica um investimento de 3,8 milhões de euros antes de impostos, o que em França e apenas devido ao IVA eleva o preço para 4,56 milhões de euros. O concessionário do construtor francês em Paris, pertença da Autofficina Parigi, integrada no grupo Car Lovers, não só desmentiu prontamente a informação, apontando várias irregularidades no documento apresentado como alegada prova, como processou os responsáveis pela publicação do que consideram ser uma falsidade que compromete a imagem do construtor.

O Tourbillon junto à factura passada em nome de “Senhora Olena Zelensky”

A informação sobre a compra do Tourbillon por Olena Zelensky foi publicada no site francês Vérité Cachée, onde, segundo a imprensa local, as informações pró-russas são uma constante. E depois fez eco no RIA Novosti, publicação controlada pelo Estado russo, como recorda o jornalista italiano David Puente. O Centro Ucraniano de Combate à Desinformação apressou-se a acusar a notícia de ser falsa e realçou que esta foi mais uma tentativa de colocar em causa a credibilidade do Presidente da Ucrânia, antes da reunião da NATO em Washington, que contará com a presença de Volodymyr Zelensky.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Mas a contestação mais forte à falsa notícia surgiu pela mão do concessionário da Bugatti em Paris, que começou por chamar a atenção para o facto de, na factura apresentada como prova da compra, não constarem elementos que não só figurariam caso o documento fosse oficial, como são obrigatórios em França. A factura forjada foi apresentada durante um vídeo em que um indivíduo se fazia passar por funcionário da Car Lovers e confirmava ter vendido um Bugatti em nome de Olena Zelensky. Sucede que este “empregado” é tão falso quanto a factura e o valor mencionado nesta tão pouco corresponde à realidade.

Para se proteger e desincentivar que mais alguém ouse utilizar a marca e o bom nome da Car Lovers para propagar notícias falsas, a empresa recorreu à justiça local. Pretende que os responsáveis pelo site Vérité Cachée sejam punidos, bem como os intervenientes relacionados com o vídeo, a notícia e a respectiva divulgação.

 
Assine o Observador a partir de 0,18€/ dia

Não é só para chegar ao fim deste artigo:

  • Leitura sem limites, em qualquer dispositivo
  • Menos publicidade
  • Desconto na Academia Observador
  • Desconto na revista best-of
  • Newsletter exclusiva
  • Conversas com jornalistas exclusivas
  • Oferta de artigos
  • Participação nos comentários

Apoie agora o jornalismo independente

Ver planos

Oferta limitada

Já é assinante?
Apoio a cliente

Para continuar a ler assine o Observador
Apoie o jornalismo independente desde 0,18€/ dia
Ver planos
Já é assinante?
Apoio a cliente

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.

Apoie o jornalismo. Leia sem limites. Apoie o jornalismo. Leia sem limites.
Desde 0,18€/dia
Apoie o jornalismo. Leia sem limites.
Apoie o jornalismo. Leia sem limites. Desde 0,18€/dia
Em tempos de incerteza e mudanças rápidas, é essencial estar bem informado. Não deixe que as notícias passem ao seu lado – assine agora e tenha acesso ilimitado às histórias que moldam o nosso País.
Ver ofertas