A Bolsa de Lisboa encerrou esta quarta-feira em queda, com o principal índice, o PSI 20, a cair 0,33% para os 5.921,11 pontos, com a PT a liderar as perdas. Entre as 18 empresas que compõem o índice PSI 20, seis encerraram em baixa, 10 em alta e duas mantiveram-se inalteradas.

Lisboa encerrou em linha com a maioria das principais bolsas europeias, que também fecharam no vermelho. Madrid foi a que mais perdeu (0,13%), seguida de Frankfurt (0,11%) e de Paris (0,04%). Já Londres encerrou o dia a ganhar 0,02%. A Portugal Telecom (PT) liderou as perdas, caindo 3,26% para os 1,661 euros, seguida da Teixeira Duarte, que perdeu 1,69% para os 0,871 euros.

A Mota-Engil recuou 0,56% para os 4,761 euros e a retalhista Jerónimo Martins cedeu 1,63% para os 9,896 euros. Na banca, o BPI foi o único que perdeu (-1,32% para os 1,491 euros), enquanto o Banif e o BCP ganharam 1,15% para os 0,0088 euros e 0,28% para os 0,1084 euros, respetivamente.

No setor energético, a EDP foi a única cotada a cair, desvalorizando 0,62% para os 3,551 euros, enquanto a EDP Renováveis ganhou 0,55% para os 5,53 euros, a REN 0,26% para os 2,706 e a Galp 0,11% para os 13,50 euros.

Do lado dos ganhos, a Altri foi a que mais subiu (4,15% para os 2,437 euros), seguida da Semapa (2,32% para os 10,59 euros). A Impresa também encerrou o dia a ganhar 1,13% para os 1,34 euros, tal como a NOS, que subiu 0,44% para os 4,52 euros. Sonae e CTT mantiveram-se inalterados nos 1,204 e nos 7,34 euros, respetivamente.