Pelo menos nove voos da Lufthansa para e de Portugal foram cancelados esta terça-feira devido à greve dos pilotos daquela companhia aérea alemã contra o regime de reformas antecipadas proposto pela administração da empresa.

De acordo com a informação disponível no site da Ana-Aeroportos às 08h15, foram cancelados cinco voos com chegada prevista para esta terça-feira em Lisboa e outros três com partida da capital.

A greve dos pilotos da Lufthansa afetou ainda um voo, cuja partida de Lisboa estava agendado para quarta-feira, às 07h15.

Três dos voos cancelados, que deveriam chegar a Lisboa, deveriam partir de Frankfurt, e dois outros de Munique. As mesmas cidades foram as afetadas nos voos de partida de Lisboa.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

No total, a Lufthansa, a maior companhia aérea da Alemanha, cancelou 1.511 voos, afetando cerca de 166.000 passageiros em vários países.

A greve foi convocada pelo sindicato Cockpit Verein (CV) em protesto contra a alteração das regras para a reforma antecipada, que poderá abranger, até agora, os 5.400 pilotos do grupo Lufthansa, constituído pela transportadora homónima, pela divisão de transporte de mercadorias Lufthansa Cargo e pela filial de baixo custo Germanwings.

O atual sistema permite que os pilotos deixem de trabalhar a partir dos 55 anos com 60% do seu salário base.

Segundo a Lufthansa, os comandantes têm a reforma antecipada com uma média de 59 anos de idade e o objetivo da companhia é atrasá-la gradualmente até aos 61 anos.

O protesto arrancou às 06h00 (05h00 em Lisboa) e vai estender-se até pouco antes da meia-noite (23h00 em Lisboa)