Os portugueses com negócios no exterior já podem concorrer à oitava edição do Prémio Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa. As candidaturas para o galardão atribuído pela Cotec – Associação Empresarial para a Inovação e pela Fundação Calouste Gulbenkian arrancam esta segunda-feira, 17 de novembro e terminam a 31 de março. Objetivo: distinguir cidadãos portugueses que se tenham destacado pelo seu papel empreendedor e inovador no meio empresarial, social ou cultural, nos países onde se encontrem há mais de cinco anos.

Ricardo Ribeiro, production manager da banda de Jared Leto, Thirty Seconds to Mars, e Jorge da Costa, Presidente do Grupo Improvon, foram os vencedores da última edição do prémio. As indústrias criativas foram, aliás, um dos setores em que se registou um aumento das candidaturas em 2013, mais 18% do que no ano anterior. O setor financeiro registou outro aumento: mais 39% de empreendedores concorreram ao prémio.

Ricardo Ribeiro partiu para Londres quando tinha 20 anos. Foi na capital inglesa que começou a trabalhar no icónico Astoria, onde bandas como Radiohead, Smashing Pumpkins, The Cranberries, Deep Purple ou Ladytron, gravaram alguns álbuns ao vivo. Em 2009, o estabelecimento foi encerrado e, posteriormente, demolido.

Kanye West, Mick Jagger, Stevie Wonder, Raphael Saadiq, The Streets, Cansey de Ser Sexy, Joss Stone, Phoenix, Jennifer Hudson, Earth Wind & Fire ou We Are The Scientists são algumas das bandas e artistas com quem Ricardo Ribeiro já trabalhou. Atualmente, é produtor executivo da tournée mundial dos Thirty Seconds to Mars, que, em 2010, entrou nos recordes do Guiness, por ter realizado mais de 300 concertos em dois anos.

O primeiro grande concerto de Ricardo Ribeiro enquanto manager foi o da mítica banda britânica The Rolling Stones, em 2004, seguindo-se o de Madonna

Jorge da Costa é natural de Viana do Castelo, mas vive em África do Sul desde os 13 anos. Além de presidir o Grupo Improvon, lançado em 1994, o empreendedor também dirige dois fundos de investimento imobiliário cotados na bolsa de valores de Joanesburgo. O Grupo Improvon  detém 85 colaboradores e conta com um volume de negócios de 350 milhões de euros, já foi distinguido com os prémios Best Industrial Building e Best Green Building.

O Prémio Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa, que conta com o alto patrocínio do Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, procura fortalecer a ligação dos portugueses no estrangeiro no país de origem, promover a internacionalização da economia e atrair investimento. Na última edição da distinção, a Cotec recebeu 176 candidaturas, oriundas de 37 países. De França, chegaram 21% candidaturas, dos Estados Unidos da América, chegaram 16%, do Brasil 10%, do Canadá 5% e de Espanha outros 5%.

Juntamente com o Concurso Ideias de Origem Portuguesa, o prémio faz parte da iniciativa FAZ – Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa, promovida pela COTEC em parceria com a Fundação Calouste Gulbenkian, para aproximara a diáspora do país.