Chris Holmes é um “disc jockey” que trabalha com o ex-Beatle Paul McCartney. E foi durante um desses espetáculos que teve uma ideia – prefere chamar-lhe “epifania” – que promete acabar com as fotos inoportunas dos paparazzi às celebridades: uma linha de roupa refletora que está disponível para votação no site de crowdfunding Think Tank Betabrand.

“Depois de usar roupa refletora para vários dos meus espetáculos, reparei que as fotos que me tiravam pareciam sempre estranhas, porque o flash refletia na minha roupa e arruinava o resto da imagem”, escreve o DJ no texto que convida os visitantes do site de crowdfunding a votar na “The Anti-Paparazzi Collection”. Não se trata de vender coletes refletores como os que se utilizam no trânsito, a linha de roupa especial parece perfeitamente normal no dia-a-dia, mas faz com que, assegura Chris Holmes, qualquer fotografia que seja tirada fique encandeada pelo material de que a roupa é feita e que devolve a luminosidade do flash. 

Chris Holmes explica: “No início, fiquei muito pouco contente por ver as minhas fotos estragadas por causa da roupa que usava, mas depois tive a epifania de que talvez pudesse usar esta tecnologia para um fim mais importante”. “Foi assim que criei a Anti-Paparazzi Collection, que usa material refletor que torna imprestáveis as fotos tiradas pelos paparazzi“.

xanti_paparrazzi_collection_4_1.jpg.pagespeed.ic.3oG7ztBteB

O slogan é “Seja visto, não capturado”. Foto: BetaBrand

A coleção conta, para já, com um blazer, um cachecol e um casaco de capuz. Mas Chris Holmes convida os interessados a dar mais ideias para peças de roupa às quais este conceito pode ser aplicado. E apresenta um exemplo do efeito que, segundo o criador, a roupa especial produz.

xanti_paparrazzi_collection_7_1.jpg.pagespeed.ic.7-tjdzCYO2

Foto: BetaBrand

xanti_paparrazzi_collection_5_1.jpg.pagespeed.ic.ZujfM9xaBl

Foto: BetaBrand