Quando fuma, todos fumam em seu redor. Eis a mensagem, e o alerta, que a nova campanha de sensibilização Direção-Geral de Saúde (DGS) deseja passar sobre o Fumo Ambiental do Tabaco, mais conhecido por fumo passivo. A entidade estima que, em Portugal, uma em cada três crianças estão expostas à inalação deste tipo de fumo dentro de casa ou de um carro.

A campanha, chamada Eu Fumo, Tu Fumas, será transmitida na televisão, rádio, imprensa e através do Facebook. Em comunicado, a entidade explica que 80% do Fumo Ambiental do Tabaco é “invisível”, algo que, “para a maioria dos fumadores, é um facto desconhecido ou ignorado quando acendem um cigarro no carro ou em casa, mesmo com a janela aberta”.

E o problema, diz a entidade, está mesmo aí — no facto de “a maioria das pessoas não ver o fumo e todos os tóxicos a ele associados”. O órgão tutelado pelo Ministério da Saúde explica que este fumo, além de inalado, também é expelido pelos fumadores passivos. Logo, e “na prática, quando alguém fuma dentro do carro ou em casa”, está “não só a respirar esse fumo” como igualmente a “expeli-lo como o fazem os fumadores”.

Esta parte invisível do fumo é composta por cerca de 7.000 químicos, “muitos dos quais tóxicos” e que “podem provocar cancro ou doenças cardio-cérebro-cardiovasculares”.