Um bombista suicida fez explodir uma carrinha no sudeste do Afeganistão, provocando a morte de nove pessoas, refere a agência noticiosa France-Presse. O chefe da polícia local, Nabi Jan Mullahkil, confirmou o ataque.

O bombista talibã tinha como alvo uma base militar e policial no distrito de Sangin, na província afegã de Helmand. A explosão provocou a morte de nove pessoas, que incluem cinco civis, dois soldados e dois polícias.

À France-Presse, Mullahkil explicou que a explosão tinha sido causada por uma carrinha que transportava cabras. “A carrinha tentou entrar na base, mas foi detonada à entrada depois de os guardas terem impedido a sua passagem, disse. O chefe da polícia disse ainda que, para além das vítimas mortais, sete soldados e um civil tinham ficado feridos. De acordo com a agência noticiosa, o ataque foi reivindicado pelo grupo talibã em Helmand.