Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

A homeopatia não é eficaz no tratamento de nenhum problema de saúde, podendo mesmo ser um risco para aqueles que adiam tratamentos médicos, concluiu um estudo de um instituto australiano de investigação de saúde, segundo o Guardian.

A homeopatia é uma terapia que usa medicamentos baseados em substâncias animais, vegetais ou minerais e que defende que as doenças se curam recorrendo às mesmas substâncias que a provocaram, diluídas em água ou álcool.

O Conselho Nacional de Pesquisa Médica e de Saúde (NHMRC, na versão oficial) australiano analisou 225 artigos científicos sobre homeopatia e chegou à conclusão divulgada esta quarta-feira.

“Com base na avaliação realizada, o NHMRC concluiu que não há provas de que a homeopatia seja eficaz no tratamento de qualquer doença”, pode ler-se no relatório, que acrescentava: “as pessoas que escolhem a homeopatia podem arriscar a sua saúde ao rejeitarem ou adiarem tratamentos que já deram provas relativamente à segurança e eficácia”.

Apesar de o Conselho Nacional de Pesquisa Médica e de Saúde não ter conhecimento de estudos que estimem o uso de medicamentos homeopáticos pelos australianos, um relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS) concluiu em 2009 que os australianos gastavam cerca de 9,59 milhões de dólares (aproximadamente 9 milhões de euros) por ano na indústria.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR