Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Quem já experimentou ir de carro ao Festival Internacional de Chocolate de Óbidos sabe que, tal como acontece na célebre Vila Natal da mesma localidade, o trânsito torna-se tão complicado que é muito fácil um (potencial) visitante dar por si a perguntar: mas será que vale a pena?

Não vai encontrar aqui a resposta. Até porque não cabe ao jornalista, por generoso e benevolente que possa ser no tratamento deste tipo de assuntos, dizer se vale ou não. O que este pode — e neste caso optou por — fazer é tentar perceber o que é que o dito festival tem de diferente de todos os outros que reúnem chocolates, chocolateiros, chocolatarias e chocólatras. E não faltam, até 3 de maio, o último dia do festival, acontecimentos mais ou menos inesperados que têm o chocolate como motivo, tema ou propósito. Eis cinco exemplos disso mesmo:

Esculturas em chocolate
A exposição de esculturas em chocolate é um clássico do festival e está acessível pelo preço do bilhete geral (5 a 8€). Se noutras edições o mote para as construções foram as Maravilhas do Mundo ou o universo da Disney, este ano o tema do festival é o Amor. Bonito, hein? Há uma dezena de esculturas a concurso (com votação a decorrer em simultâneo) inspiradas em, por exemplo, Pedro e Inês, Dama de Copas ou…Miss Alguidares de Baixo. Isso mesmo.

chocolate

Um exemplo das esculturas do ano passado.

Peça de teatro
A peça Inês de Portugal vai ser apresentada pelo grupo “Fatias de Cá” nos dias 23 e 30 de abril, a partir das 20h20, e desenrolar-se-á em diversos palcos instalados no Convento de São Miguel, enquanto é servido um jantar. É aqui que entra o chocolate, que, tal como o espectador, também fará parte da peça. Os bilhetes custam 33,33€ (a duração do espectáculo é, curiosamente, de três horas e 33 minutos), incluem a refeição e podem ser adquiridos online ou no Posto de Turismo de Óbidos.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Passagens de modelos
Perto do local onde se diz que Inês de Castro e D. Pedro namoraram, em tempos idos, às escondidas (Olhos de Água, no Olho Marinho), três estilistas da região vão apresentar criações também elas inspiradas na temática do festival, o Amor. São eles Nuno Vidigal, Kristine Kosta e Pedro Batim Moreira. E onde é que o chocolate entra aqui? Nos adereços, todos eles feitos do produto. É só esperar que não surja um desejo repentino de tomar algo, como dizia a senhora do anúncio, aos modelos que farão o desfile. Este acontece dia 2 de maio pelas 22h00.

Espectáculo Multimédia
Não há evento que se preze em 2015 que não tenha o espectáculo multimédia da praxe. Faz parte. O Festival Internacional de Chocolate não é exceção à regra. A incursão audiovisual do certame chama-se Pelos 5 Sentidos, promete “uma viagem sensorial pelo mundo do chocolate” e terá lugar no Auditório da Casa da Música. As sessões acontecem de 20 em 20 minutos e são acessíveis com o bilhete geral. Diz a organização que Pelos 5 Sentidos não é aconselhável a pessoas sensíveis à luz, som ou suscetíveis de ataques epiléticos. Fica o aviso.

Ementas achocolatadas
Para provar que o chocolate não serve só para sobremesa, vários restaurantes da zona prepararam pratos (e não só) em que a estrela do festival surge em contextos que se podem estranhar mas cuja intenção é que se entranhem rapidamente. Por exemplo, a Adega do Ramada preparou Queijo Fresco com Chocolate e Amêndoa como entrada e Escalopes de Porco com Morangos e Chocolate como prato de carne. Já o Alcaide terá, entre outros, Costeletas de Borrego com Molho de Chocolate Hortelã Pimenta enquanto que no Muralhas será servida uma Salada de Primavera com Maçã de Alcobaça e Raspas de Chocolate e um Rosbife com Molho de Chocolate, Batatinhas Gratinadas e Frutas. Não chega? Há mais: dos Filetes de Badejo com Molho de Chocolate Amargo da Taberna Vira Copos ao Lombo de Salmão ao Forno com Duo de Chocolate d’O Pretensioso. E isto é só a amostra. A lista completa — bem como o resto do programa — pode ser consultada aqui.

O Festival Internacional de Chocolate decorre em Óbidos de quinta-feira a domingo até 3 de maio, das 10h00 às 20h00 (às sextas e sábados até às 22h00). Os bilhetes de adulto variam entre os 5 e os 8€. Há descontos para grupos e crianças.