Um ataque bombista suicida numa mesquita xiita na Arábia Saudita matou pelo menos dez pessoas e feriu cerca de setenta, informa um médico do Hospital Central de Qatif à BBC. A mesquita Imam Ali está localizada em Qadeeh.

Este acontecimento surge uma semana depois do Estado Islâmico ter admitido a autoria de um ataque semelhante no Iémen, que feriu dezenas de pessoas. Até agora, a organização ainda não se pronunciou sobre este o último ataque em Qadeeh, mas ambos revelam a intensificação do conflito entre muçulmanos xiitas e sunitas naquela região.

O ataque obrigou o hospital de Qatif a solicitar doações de sangue. Um dos polícias envolvidos nas investigações sobre o ataque prometeu “não poupar esforços” para descobrir os autores do crime.

A Arábia Saudita está sob ameaça do Estado Islâmico, numa altura em que 2 mil árabes aderiram à organização terrorista. O número obrigou o governo do país a reforçar a segurança e a aumentar o número de detenções de suspeitos do Estado Islâmico.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR