Saúde

Comer chocolate pode ajudar a manter um coração mais saudável

14.467

Um novo estudo revela que não existe nenhum indício de que comer menos chocolate diminua do risco de doenças cardiovasculares. O chocolate pode até mesmo ajudar a manter o coração saudável.

O estudo foi desenvolvido ao longo de 12 anos por uma equipa de cientistas da Universidade de Aberdeen

Henriques da Cunha / Global Imagens

As pessoas que comem mais chocolate têm um coração mais saudável e menos probabilidades de vir a desenvolver problemas cardiovasculares. Estas são as conclusões de um estudo desenvolvido por uma equipa de investigadores da Universidade de Aberdeen, na Escócia, e publicado esta segunda-feira na revista Heart.

Ao longo de 12 anos, a equipa de investigadores monitorizou 20.951 pessoas, a maioria consumidores regulares de chocolate. Nas pessoas com um maior nível de consumo (até 100 gramas diários), a probabilidade de desenvolverem doenças cardiovasculares era inferior (menos 11%). A probabilidade de um consumidor de chocolate vir a morrer de uma doença cardíaca era também menor (25%).

Num comunicado publicado no site da universidade, um dos investigadores, Phyo Myint explicou que “o nosso estudo conclui” que “uma maior ingestão de chocolate está associada com um menor risco de acidentes cardiovasculares futuros” (menos 23%). A investigação, que faz também uma revisão dos trabalhos publicados sobre o chocolate e as doenças cardiovasculares, nota ainda que, ao contrário do que muitas vezes se pensa, o chocolate de leite não é menos “saudável”. Quando consumido com grande frequência, os benefícios podem mesmo ser semelhantes aos dos outros tipos de chocolate.

Isto pode indicar que não só os flavonoides, mas também os outros componentes relacionados com os constituintes do leite, como o cálcio e os ácidos gordos, podem oferecer uma explicação para a associação observada”, refere o estudo “Não parece existir nenhuma prova de que a diminuição do consumo de chocolate provoque a diminuição do risco de doenças cardiovasculares”.

Apesar dos indícios, o estudo, de observação, não permitiu tirar conclusões definitivas em relação aos benefícios do chocolate para a saúde cardiovascular. Segundo os investigadores, os estudos sobre comida costumam envolver uma “subestimação dos itens consumidos”. Ou seja, as respostas dadas pelos inquiridos nem sempre correspondem à verdade. Para além disso, “é possível que as pessoas que consomem mais chocolate tenham outros comportamentos benéficos para a saúde cardiovascular”. “Existe também a possibilidade de as pessoas com mais problemas comam menos chocolate”, concluem os investigadores.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: rcipriano@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)