Escravatura

Antepassado polémico. Pressão de Ben Affleck suspende programa de televisão

106

Perante a descoberta de um antepassado que comercializava escravos, Ben Affleck pressionou o programa "Finding Your Roots" para que omitisse a informação. Agora, o programa foi suspenso.

Segundo o apresentador do programa, aceder a este pedido significaria violar as regras do canal

Getty Images

Em abril, ficou a saber-se que Ben Affleck é descendente de um proprietário de escravos. Esta quarta-feira, o canal de televisão público dos Estados Unidos (PBS) comunicou que o programa “Finding Your Roots” – que descobre a ascendência de celebridades e figuras públicas norte-americanas e no qual Affleck participou – foi suspenso. De acordo com uma investigação, a razão terá sido a pressão por parte do ator para que os produtores escondessem os detalhes acerca do seu antepassado, que comercializava escravos, revela o New York Times.

A PBS afirmou que não irá avançar com uma terceira temporada do programa, apresentado pelo professor da Universidade de Harvard, Henry Louis Gates Jr., até à concretização de algumas mudanças, que incluem a contratação de um responsável pela verificação de factos.

Em julho de 2014, Gates terá pedido um conselho a um executivo da Sony, Michael Lynton, sobre uma “mega-estrela” que pretendia omitir detalhes sobre um familiar que comercializava escravos. “Nunca tivemos ninguém que quisesse censurar ou editar aquilo que encontrámos”, escreveu Gates, afirmando que aceder a este pedido significaria violar as regras da PBS. “Assim que se abrisse a porta à censura, iríamos perder o controlo da marca”, acrescentou Henry Gates.

Quando o episódio foi para o ar, em outubro, não mencionou o antepassado de Ben Affleck. Contudo, a informação veio a público depois de vários e-mails da Sony terem sido alvo de espionagem por parte de hackers norte-coreanos.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Escravatura

Fernando Rosas não entende o Marquês de Pombal

João Pedro Marques
698

Ao contrário do que diz Fernando Rosas, Portugal foi por intermédio do Marquês de Pombal o primeiro país ocidental a avançar no sentido da abolição e fê-lo por razões de ordem prática e de civilização

Escravatura

Lusotropicalismo ao contrário

João Pedro Marques
289

O Império Português em África não foi uma excepção no tristíssimo capítulo do trabalho coercivo, não obstante o que Fernanda Câncio e outros “lusotropicalistas ao contrário” nos querem fazer crer. 

Escravatura

Só 4% dos navios negreiros partiram de Portugal

João Pedro Marques
1.432

Dos séculos XVI a XIX, 37% das viagens de navios negreiros iniciaram-se no Brasil, 31% na Grã-Bretanha, 13% em França, 5% na Holanda, outros 5% nas Caraíbas e que só menos de 4% partiram de Portugal. 

Trabalho

Teletrabalho é modernidade laboral

Fabiano Zavanella

Defendemos que a tecnologia, aliada ao teletrabalho, é uma contribuição enorme para o problema da mobilidade urbana, principalmente nos grandes centros, e uma das soluções para minorar o desemprego.

Educação

Estado-educador e Estado-cultura, em marcha?

Mário Pinto

Não existe uma educação para a cidadania única e institucional. Há várias concepções de cidadania, mesmo como concepções de vida democrática, pois há pluralismo social e cultural, ou moral e religioso

Igreja Católica

A Europa e a Páscoa dos Cristãos no Mundo

Raquel Vaz-Pinto
202

Ao celebrar a Páscoa e a sua compaixão devíamos reflectir sobre os sacrifícios dos cristãos que vivem longe e fazer a pergunta difícil e dolorosa: conseguiríamos manter a Fé e de seguir o seu exemplo?

NATO

Os 70 anos da NATO, vistos da Europa


João Diogo Barbosa

Não só o “exército europeu” se tornou um dos temas essenciais para o futuro, como foi possível, pela primeira vez, a aprovação de um Programa Europeu de Desenvolvimento Industrial no domínio da Defesa

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)