“Não, obrigado”. Pedro Passos Coelho não aceitou ser entrevistado por Ricardo Araújo Pereira no programa “Isso é tudo muito bonito, mas”, com estreia marcada para 14 de setembro na TVI. Com a presença de Paulo Portas assegurada, a coligação acredita que a ida do primeiro-ministro ao programa seria redundante. “Não vale a pena duplicar”, explicou fonte da direção da campanha ao Observador.

O líder da coligação Portugal à Frente considera que este formato – semelhante ao que foi ensaiado em 2009, no programa “Gato Fedorento – Esmiúça os Sufrágios” – não é o melhor para as suas características, nem se adapta aos objetivos na campanha. Com Paulo Portas a defender a honra da coligação no programa, Passos Coelho preferiu dispensar o convite e não repetir a experiência de 2009.

https://youtu.be/fJq32UzQHGo

Em 2009, os Gato Fedorento entrevistaram os diferentes líderes no programa “Esmiúça os Sufrágios”, transmitido na SIC.

https://youtu.be/4-_mAv5HuYM

Confirmada está também a presença de António Costa, que aceitou ser esmiuçado por Ricardo Araújo Pereira. Além de Costa e Portas, também Jerónimo de Sousa, do PCP, e Catarina Martins, do BE, deverão marcar presença no programa.