O ioga quente é uma modalidade cada vez mais popular em Portugal. Talvez seja porque queima mais calorias e torna os músculos mais flexíveis em comparação com uma aula de ioga normal. Depois da euforia do hot yoga tónico, numa sala aquecida a 40 graus, chega um novo conceito a Portugal pelas mãos da inglesa Lucy Crook: o Hotpod Yoga. “São aulas de vinyasa yoga com a duração de uma hora que decorrem dentro de um casulo insuflável aquecido a 37 graus”, explica com um sotaque britânico. A diferença é que são estúdios portáteis que, enquanto não encontram um lugar fixo, marcam presença no Lisbon Workhub, em Lisboa.

Photographer Credit : Ed Reeve,

O casulo é aquecido a uma temperatura de 37 graus para ajudar a executar as posturas com mais facilidade. Foto: Ed Reeve

O projeto londrino, criado em 2013 por Nick Higgins e Max Henderson, foi importado por Crook no início do ano, quando decidiu  que se ia mudar para Portugal para trazer o primeiro hotpod yoga a Lisboa. O The Huffington Post diz que esta nova modalidade é “mental e fisicamente refrescante”. No entanto, por muito refrescante que seja, ainda o vai fazer suar. “O calor faz com que o coração trabalhe mais rapidamente, contribuindo para que os músculos fiquem menos tensos.” No caso de Lucy Crook, o coração bateu tão forte quando entrou num casulo pela primeira vez, em Londres, que a jovem empreendedora se apaixonou de imediato pelo conceito.

Health, Beauty, Body, Yoga, Fitness, Wellbeing, Lifestyle, Sport, Yogi, Portraiture, Photography, Images,

Cada “pod” tem capacidade para sessões de ioga com 20 pessoas com a duração de uma hora. Foto: Karen Yeomans

Os aquecedores são ligados cerca de meia hora antes e assim que se entra no pod (o casulo), a diferença de temperatura é evidente. Parece uma espécie de tenda onde as cores refletidas relembram a serenidade de um arco-íris — a própria cor roxa simboliza a purificação do corpo e a libertação de inquietações. Já o aroma relaxante do ambientador acalma ainda mais a mente. Aliás, foi exatamente isso que trouxe Cátia Sá, pela segunda vez, a uma aula de hotpod yoga. “O ambiente a 37 graus aumenta a flexibilidade nas posturas, estimula a concentração, liberta mais toxinas e os exercícios de respiração ajudam a libertar todo o stress”, afirma.

Photographer Credit : Ed Reeve,

O calor do ambiente aumenta a flexibilidade, relaxando as articulações e músculos, e ajuda a eliminar toxinas. Foto: Ed Reeve

Cada sessão custa 20€ e está, semanalmente, a cargo de duas professoras: Sílvia Rodrigues (que dá as aulas em inglês) e Catarina Lino (responsável pelas aulas em português). Enquanto os casulos andam de um lado para o outro, passe pelo site do projeto onde pode acompanhar os locais das próximas aulas já a partir do início do próximo ano. Cada sessão tem capacidade para 20 pessoas e não precisa de levar nada — a não ser os seus medos e inquietações, que prometem evaporar com o calor.

Nome: Hotpod Yoga Lisboa
Morada: Lisbon Workhub (Rua Amorim 2, Poço do Bispo, Lisboa)
Telefone: 91 918 1643
Preço: 20€/aula

Texto editado por Ana Dias Ferreira.