A menos de um dia da prisão efetiva, o advogado Duarte Lima entregou no Tribunal da Relação de Lisboa um recurso para impedir a aplicação da sentença a que foi condenado no processo “Homeland”.

A notícia avançada pela TVI 24 conta que o ex-dirigente do PSD entregou ao tribunal, esta quinta-feira, dois requerimentos, um a pedir a nulidade da pena de seis anos de prisão efetiva, e outro a solicitar o alargamento do prazo para recorrer ao Supremo Tribunal de Justiça.

O ex-deputado do PSD tinha sido condenado por burla qualificada e branqueamento de capitais, em primeira instância, a dez anos de prisão em 2014, mas o Tribunal da Relação decidiu reduzir a pena para seis anos, no início deste mês.