Até há alguns anos, a maioria das mulheres conhecia apenas o corretor e o iluminador. E, mesmo assim, só usava corretores em situações mais formais em que tapar as olheiras se pedia obrigatório. Com a chegada das youtubers de beleza e, mais tarde, o fenómeno mundial do contouring, novas palavras foram adicionadas ao glossário de beauté. E todas as queremos usar, mesmo que não saibamos o que significam.

Iluminador, corretor, concealer e highlighter. A dúvida continua a ser persistente com mulheres a usarem iluminador para “aclarar” as olheiras quando, na verdade, as devem corrigir e a usarem highlighter para iluminar o rosto quando, na verdade, isso é feito com o iluminador, claro. Continua confusa? Nós vamos explicar tudo.

Corretor VS concealer

A maioria das mulheres que diz que usa corretor, na verdade o que usa é um concealer e nem se apercebe. O que um concealer vai fazer é simplesmente disfarçar manchas e sombras, daí que a sua cor seja, normalmente, semelhante ao tom de uma base, logo vai dissolver qualquer que seja a cor que esteja a tentar disfarçar. Quase que diria que um concealer é a versão mais prática de um corretor, ou o corretor da mulher comum.

Por outro lado, um corretor vai equilibrar a pele ao neutralizar qualquer mancha, defeito ou sombra e, normalmente, vem em quatro cores: verde, salmão, cor-de-rosa ou lilás. É o chamado “color correcting”, antigamente usado apenas pelos maquilhadores profissionais mas, como explicámos neste artigo, cada vez mais explorado pelas marcas de grande consumo. O verde vai anular manchas vermelhas (borbulhas e rosáceas), o salmão vai esconder os tons roxos e azulados (olheiras), o cor-de-rosa vai anular pele baça e cansada e o lilás a pele amarelada.

https://www.instagram.com/p/BJoDQyfAkSX/

Iluminador VS highlighter

Com estes dois produtos, é mais difícil perceber a sua diferença mas, de forma prática, resume-se apenas ao que pretende: um highlighter é para dar luz a uma área específica enquanto um iluminador vai iluminar de forma geral o rosto.

Assim, um highlighter vai enfatizar a estrutura óssea ou iluminar alguma área do rosto que se pretenda, como as maçãs do rosto. É o produto usado nos contornos porque, ao conter mais refletores de luz, vai dar destaque aos pontos mais altos do rosto, como a cana do nariz e a testa.

Por outro lado, um iluminador é usado para criar uma sensação de pele com mais luz (usado muito no inverno quando temos a pele baça). Pode misturar um pouco de iluminador com a própria base ou aplicar uma camada no fim, para um brilho geral e uma aparência mais iluminada. Nos dias de hoje, e a pensar nas fórmulas práticas e multifunções, muitas marcas já apostam em bases e concealers iluminadores que permitem, com um só toque, corrigir e iluminar.