Kim Kardashian

Quer ter um rosto como Kim Kardashian? É simples, com a maquilhagem de última geração

241

Afinal, há truques para criar ângulos: muitos jogos de iluminadores, sombras e toda uma arte de misturar tons para afinar, alongar e definir o rosto. Não se assuste, é muito fácil de fazer.

Kim Kardashian é considerada não só a rainha das "selfies" mas também dos contornos definidos. Com os produtos certos, pode criar os mesmos ângulos. Veja quais no artigo.

Getty Images

Talvez não saiba, mas o segredo do rosto de Kim Kardashian é um grande jogo de sombras e produtos próprios para esculpir o rosto. Este tipo de maquilhagem é um mix entre iluminadores (luzes) e sombras (escuras) que vão adicionar ou subtrair contornos através da ilusão. É qualquer coisa como criar vales e colinas num rosto — as luzes e as sombras vão criar profundidade, distância, formas, e conseguem mudar completamente a forma como os outros nos veem porque se pode aperfeiçoar um nariz, redesenhar maçãs do rosto, mudar a forma oval ou alongar um rosto muito redondo… É batota, claro, mas achava mesmo que Kim tinha aquela face angular de Barbie naturalmente perfeita?

During & After

A photo posted by Kim Kardashian West (@kimkardashian) on

O primeiro passo é conhecer o seu próprio rosto. Olhamo-nos ao espelho todos os dias, mas será que alguma vez explorámos a nossa estrutura óssea? Aqui a ideia é perceber se os seus ossos tendem a ser angulares ou arredondados e onde se concentram as maiores imperfeições, as zonas mais inchadas ou descaídas — são elas que nos vão envelhecer e cujo impacto temos de diminuir. E para não se perder em todas estas novas informações, criámos o “ABC” dos contornos com tudo o que precisa de saber:

  • Esqueça a ideia de que para conseguir estes efeitos tem de colocar camadas sobre camadas sobre camadas de produtos. Olhe para a fotografia da Kim Kardashian: são apenas linhas e contornos escuros e claros na pele (praticamente) nua. É tudo um jogo de ilusão onde se destacam as bochechas e se emagrece o resto do rosto.
  • Cada rosto é um rosto mas a zona debaixo dos olhos (as bolsas), a linha que vai das narinas aos cantos externos da boca e a linha que vai do canto externo da sobrancelha até à maçã do rosto são as áreas que, normalmente, temos mais inchadas e onde devemos aplicar luz.
  • As sombras escuras vão, basicamente, criar ou evidenciar características, como é o caso da linha que vai esculpir as maçãs do rosto. Este “escurecimento” pode fazer milagres em queixos duplos e alongar ou encurtar um nariz. Mas, para o dia-a-dia, use sombras escuras nas têmporas e nas maçãs do rosto.
  • Se fizer todos estes passos corretamente e conseguir perceber quais as zonas do seu rosto a iluminar e quais escurecer, já é meio caminho andado para, no final, conseguir um resultado perfeito. Só falta um passo: misturar tudo. Mesmo que exagere nos contornos, vai conseguir a ilusão correta se misturar e fundir bem estas linhas na pele. O ideal será usar uma esponja, como as Beauty Blender (ver na fotogaleria).
  • E porque a ordem de fazer todos estes passos acaba por ser confusa, tome nota: aplique o seu hidratante ou creme diário, a base (ou cobertura que já usa normalmente), faça a maquilhagem de olhos e, só no fim, é que faça os contornos. Não queira estragar a sua obra-prima com resíduos de sombras enquanto pinta os olhos. A última etapa da sua maquilhagem deve ser o pó translúcido ou matificante e o blush — um toque de cor vai criar curvas e suavidade nas maçãs do rosto.
  • Por fim, não cometa o erro de fazer estes contornos com sombras escuras e claras ou lápis de olhos. Há produtos específicos para esculpir o rosto e, atualmente, já existem muitas escolhas em Portugal.

Se, mesmo assim, acha que isto de aprender a contornar o rosto é chinês, as lojas Sephora disponibilizam um serviço de contouring onde pode aprender a arte de usar as sombras e as luzes para realçar, esculpir e redefinir o rosto. Demora apenas 15 minutos e custa 15 euros. Se fizer compras superiores a 35 euros em maquilhagem, tem este serviço de forma gratuita.

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Pais e Filhos

Deixem a adolescência em paz! /premium

Eduardo Sá
9.539

Dêem-lhes tempo para ser adolescentes! Deixem-nos errar. Deixem-nos querer mudar o mundo. Deixem-nos ter sonhos. Deixem-nos pôr os pais em causa. Mas não deixem (nunca!) de ser pais. 

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)