Falta sensivelmente um mês para terminar o primeiro período e ainda há manuais escolares do 1º ano de ensino para pagar. Há famílias carenciadas, e que pagaram os manuais do seu próprio bolso, que ainda não receberam os respetivos reembolsos porque as escolas estão à espera dos pagamentos do Ministério da Educação, através de Ação Social Escolar (ASE), como escreve esta manhã o Diário de Notícias.

O jornal refere que há agrupamentos escolares que ainda não pagaram às livrarias e que há escolas que podem ter canalizado outras verbas para pagar às famílias. De referir que em junho deste ano, o Observador explicava que, no caso das escolas públicas, estas poderiam agir de duas formas: comprar os manuais para todos os alunos do 1º ano e entrega-los aos encarregados de educação ou ceder aos encarregados uma requisição para os próprios levantarem manuais junto de um determinado estabelecimento comercial.

De acordo com o diretores de agrupamentos consultados pelo DN, a maioria das escolas está à espera das transferências, sendo que o Ministério de Educação garantiu esta segunda-feira que “todos os pagamentos de ASE estão em processamento e ficarão concluídos nos próximos dois dias” — leia-se esta quarta-feira. As escolas continuam, assim, à espera das verbas destinadas à ação social.