Depois do lançamento da segunda geração do SUV Tucson nas motorizações mais convencionais, a Hyundai prepara já a apresentação da nova versão do modelo movido a pilha de combustível a hidrogénio, cuja principal novidade, avançam algumas fontes, reside num aumento na autonomia de cerca de 30%. Ou seja, enquanto o modelo ainda em comercialização tem um alcance na ordem dos 426 km, o próximo Hyundai Tucson Fuel Cell deverá vir a fazer cerca de 560 km com um único depósito.

Apesar deste reforço de argumentos, a verdade é que a proposta a hidrogénio da Hyundai continuará com uma autonomia aquém da referência entre veículos com este tipo de combustível, o Honda Clarity, que anuncia a capacidade de fazer até 590 km com um só depósito.

O futuro Hyundai Tucson Fuel Cell tem lançamento previsto para Janeiro de 2018, coincidindo assim com os Jogos Olímpicos de Inverno, que terão lugar na Coreia do Sul. De certa forma, é uma oportunidade única para promover a nova tecnologia de célula de combustível a hidrogénio.