Morreu Francisco Canas, um dos arguidos do caso Monte Branco, também conhecido por ‘Zé das Medalhas’, avança a SIC Notícias. O homem era suspeito de fazer sair de Portugal milhões de euros que escapavam aos impostos — estima-se que tenha fugido à declaração de impostos durante pelo menos dez anos. Devido a este processo, chegou a estar em prisão domiciliária.

Francisco Canas, que tinha sido condenado por branqueamento de capitais no caso Homeland, estava novamente sob a mira das autoridades no processo Monte Branco. Esta operação iniciou-se em 2011, recorde-se, começou na sequência de outra investigação, a Operação Furacão, tornada pública em 2005. No caso Monte Branco, Francisco Canas era suspeito de ser o intermediário em Portugal do ex-gestor de fortunas Michel Canals, antigo quadro do banco suíço UBS, através de uma loja de câmbios na baixa de Lisboa.