Tecnologia

Galaxy S8: a puxar pela inovação

O Samsung Galaxy S8 foi apresentado esta quarta-feira. Mas há mais novidades, com destaque para a nova câmara 360 e para o DeX, que transforma o S8 num computador. À venda em Portugal a 28 de abril.

Não é exagero apontar o Samsung Galaxy como o principal concorrente do iPhone. Os argumentos são sempre discutíveis mas estão, muitas vezes, presos apenas na emoção. Olhando objetivamente para a máquina (e para o ecossistema), encontramos nestes novos Samsung Galaxy os dispositivos que estão a puxar pela inovação tecnológica dos smartphones.

O Observador esteve no pré-lançamento do Galaxy S8, na passada segunda-feira dia 27, em Londres. Os jornalistas foram recebidos por Rory O’Neill, vice-presidente e responsável do departamento de marketing da Samsung Electronics.

Numa apresentação breve, sublinhou o propósito do novo topo de gama da marca como uma resposta à necessidade de um “refresh” do mercado de smartphones, que exige ecrãs cada vez maiores e com melhor qualidade. No que a isso diz respeito, o S8 deixou uma excelente primeira impressão.

A expectativa era alta, alimentada pela desilusão que foi o Note 7 e pelo facto de a marca ter faltado à chamada no último Mobile World Congress, o palco onde são apresentadas, anualmente, as principais novidades no mercado. O lançamento oficial decorreu esta quarta-feira em Nova Iorque, em simultâneo com a cidade de Londres. DJ Kon, presidente da Samsung, falou num “marco histórico”, na entrada numa “nova era de design”.

E, de facto, assim é. Do nosso primeiro contacto com os novos S8 e S8 Plus sobressai o ecrã que a Samsung chamou de Infinity Display, tem um rácio de 18,5:9 que ocupa quase toda a parte frontal do smartphone.

O modelo base S8 tem um ecrã com 5.8 polegadas e o S8 Plus com 6.2 polegadas. São bastante grandes mas o tamanho fica como que disfarçado pela proporção e curvatura do ecrã – o primeiro certificado pelo UHD Alliance como MOBILE HDR PREMIUM com a tecnologia Mobile High Dynamic Range (HDR – Alto Alcance Dinâmico).

Uma vez que praticamente toda a frente do S8 é vidro, o botão Home passou a estar “escondido” por baixo do ecrã e responde por vibração.

Apesar de grandes, são incrivelmente finos e leves (152g e 173g, respetivamente) e podem ser usados com apenas uma mão, sem grande dificuldade.

Sobre a câmara fotográfica, pouco se falou. A principal mantém os 12MP do S7, com Dual Pixel e a mesma abertura de f1.7. Já a câmara das selfies recebeu um upgrade, tem agora 8MP também com uma abertura de f1.7.

Portanto, não há grandes novidades aqui, a não ser o facto de, de cada vez que tiramos uma foto, ela passa a ser a combinação de três imagens, que refinam o resultado final. A capacidade de processamento é garantida pelo novo Chip 10 nm, que garante mais 10% de velocidade no CPU e uma melhoria no tratamento gráfico na ordem dos 20%.

O S8 é o primeiro smartphone a utilizar o Bluetooth 5.0. Assegura o dobro da velocidade do atual 4.2 e consegue, por exemplo, ligar-se a dois dispositivos para tocar música em simultâneo. Esta nova versão do protocolo ainda está numa fase inicial de implementação prática, mas está claramente no caminho da Internet das Coisas.

De resto, os novos Galaxy S8 têm 4GB de RAM e 64GB de memória interna, expansível por cartão micro SD. O S8 tem uma bateria de 3.000 mAh e o S8 Plus 3.500 mAh, são ambos resistentes ao pó e à água, têm ficha USB-C e carregamento rápido com ou sem fios. Na apresentação foi sublinhada a segurança, nos oito pontos de verificação a que são sujeitas as baterias.

O sensor de impressões digitais passou para a parte traseira do telemóvel, o que se explica não só pela falta de espaço na frente, mas sobretudo pela menor importância que deverá ter como meio de segurança. Isto porque a Samsung incluiu nos S8 um sistema de reconhecimento facial que desbloqueia o telemóvel bastando olhar para ele. A biometria vai mais além, com a inclusão de outra alternativa de segurança: a leitura do padrão da íris.

Estão disponíveis em três cores: Midnight black, Orchid Gray, Arctic Silver. Como seria de esperar, o S8 vem acompanhado de um vasto leque de capas oficiais, feitas de materiais que vão do plástico transparente à alcântara, passando por uma capa com teclado: o smartphone detecta quando esta é colocada e adapta automaticamente o ecrã ao teclado físico.

Outra novidade foi a apresentação do Samsung DeX, um sistema que passa para o monitor do computador os ícones e aplicações do Android 7 – Android OS. O processador do smartphone é suficientemente poderoso para o ligar diretamente a um ecrã. No pré-lançamento na passada segunda-feira, em Londres, vimos esta tecnologia a funcionar e pareceu-nos bastante fluida. Resta saber como se comporta numa utilização mais exigente e intensiva.

A Samsung aproveitou a oportunidade para afinar a relação do smartphone com a Internet das Coisas, demonstrando a facilidade com que é possível ver, por exemplo, o conteúdo do frigorífico. Através da app Samsung Connect é fácil “dizer” à casa inteligente que se está de saída e, automaticamente, todas as luzes se apagam; e o robô aspirador, começa de imediato a funcionar. O mercado aponta para esse caminho, não deverá faltar muito para que esta tecnologia se torne trivial. Funciona à distância, e com comandos de voz.

É também a voz e sobretudo o “contexto” o grande argumento do Bixby, o novo assistente virtual da Samsung. Este é capaz de reconhecer o que está no ecrã (a localização no mapa, por exemplo), compreendendo o “estou aqui” como a posição assinalada. A integração com a câmara também funciona bem. Vimos uma demonstração com uma garrafa de vinho: a Bixby foi capaz de ler o rótulo e encaminhar o utilizador para páginas com mais informação e para uma loja parceira. A assistente virtual funciona com comandos de voz e pode ser ativada através de um botão na lateral do S8. Para já, só funciona em sul-coreano e inglês, o português será uma opção lá mais para o final do ano.

Outra novidade que merece destaque: o Samsung Health, que inclui um “Ask an expert”, ou seja, uma ponte direta entre o utilizador e um profissional de saúde. Para já o programa só funcionará na Coreia do Sul e na China, estando previsto o arranque nalguns estados dos EUA muito em breve.

Para o fim, o upgrade da câmara Gear 360º. Como demos conta em primeira mão neste vídeo, agora filma a 4K e permite a transmissão direta para o YouTube e para o Facebook. É, provavelmente, a cereja no topo do bolo de um ecossistema cada vez mais forte.

Os novos smartphones chegam a Portugal no final de abril. Os operadores Vodafone e NOS já têm os S8 e S8 Plus em pré-venda, respetivamente por 820€ e 920€.

Especificações técnicas. Fonte: Samsung

O Observador viajou a Londres a convite da Samsung Portugal.

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)