Já cheira a Verão! Esta é a altura do ano em que, para quem gosta de descapotáveis, começa a “apertar” a vontade de circular de capota recolhida e, como aclamam os condutores com maior veia poética, com o vento a moldar-nos o cabelo e o sol a acariciar-nos a pele. Mas, já agora, porque não fazê-lo com estilo, a bordo de um modelo com espírito desportivo, comportamento ágil, com espaço para apenas dois e uma bagageira que acompanhe as necessidades de umas miniférias? Acha que é pedir muito? Pois, saiba que pode cumprir este “caderno de encargos” sem, no entanto, perder a cabeça – que é como quem diz, estourar o orçamento familiar.

Se procura um roadster bom, bonito e barato, o Observador dá-lhe uma ajuda, oferecendo-lhe uma ferramenta que lhe facilita a vida, ajudando a sistematizar as diferentes opções que existem actualmente no mercado. Chama-se Comparador e foi desenhada a pensar nos leitores que, conhecendo já a oferta dos diferentes construtores, estão sobretudo interessados em colocar todos os modelos capazes de o satisfazerem lado a lado, para que seja óbvio onde começam as vantagens de uns e terminam as dos outros.

Voltando aos roadsters, há, essencialmente, sete abaixo da fasquia dos 85 mil euros, sendo que dois deles – o Alfa Romeo 4C Spyder e o Porsche 718 Boxster – são nitidamente mais caros do que os restantes, o que os coloca de fora do âmbito deste exercício comparativo. Não lhes faltam argumentos, nem atributos, mas o conceito de roadster acessível é elástico, mas não tanto.

Os restantes cinco descapotáveis têm os seus preços situados entre os 25 e os 44 mil euros, valores bem mais interessantes e que englobam, respectivamente, o Mazda MX-5 com motor 1.5, o Fiat 124 Spider 1.4 Turbo, o Abarth 124 Spider 1.4 Turbo, o Mercedes SLC 180 e o BMW Z4 18i. Seleccionando os quatro modelos mais em conta, grupo de onde o leitor retirará o “tal” roadster que deve ser bom, bonito e barato, ficamos com as propostas da Mazda, Fiat, Abarth e Mercedes, com as duas primeiras a serem, de longe – de muito longe – as mais acessíveis, sendo que são propostas entre 25 e 28 mil euros, ao passo que o Abarth exige o desembolso de 42.000€, e o Mercedes não sai do concessionário por menos de 43.250€.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Resta-lhe agora recorrer à tabela que o Comparador lhe fornece, onde figuram as principais características de cada modelo, do motor e potência à capacidade de aceleração e ao consumo, passando pelo comprimento, peso e dimensão da mala. E, claro está, o preço.

Quer saber mais detalhes? Basta clicar em cima de cada modelo para ter acesso à respectiva ficha completa. Compare e decida, na posse de toda a informação.