Jóias

Portuguese Jewellery Around Porto: conhecer joias portuguesas em clima de festa

Um pequeno-almoço, apresentações de coleções e uma festa de encerramento são algumas das atrações da iniciativa Portuguese Jewellery Around Porto, que começa esta sexta-feira.

Brincos criados por Ana João, a designer que no sábado vai apresenta a sua nova coleção na Gelataria Sincelo.

Autor
  • Sara Otto Coelho

Conhecer designers de joias portuguesas e as suas criações espalhadas pela cidade do Porto é o que propõe a iniciativa Portuguese Jewellery Around Porto, que acontece a 19, 20, 26 e 27 de maio. Durante quatro dias, o público é convidado a percorrer alguns dos principais espaços de joalharia portuguesa da cidade e a participar em alguns eventos especiais.

O primeiro momento Portuguese Jewellery Around Porto acontece esta sexta-feira, às 11h30, com um pequeno-almoço nas novas instalações da Eugénio Campos Jewels (no Candal, Vila Nova de Gaia), para celebrar o 30.º aniversário da marca. Ao final do dia, é hora de rumar à Rua de Cedofeita, onde fica o Tincal Lab, atelier de joalharia contemporânea. O convite é para uma conversa intimista, acompanhada por petiscos e vinho, com a designer portuguesa Ana Pina, mentora do espaço, e o designer de joias argentino Gustavo Paradiso.

No dia 20 de maio, sábado, entre as 15h e as 18h, a jovem designer de joias Ana João vai apresenta a sua nova coleção no meio das muitas tentações da Gelataria Sincelo (Rua de Ceuta). Mais tarde, das 18h às 20h, a marca portuguesa Mesh promove na sua loja própria (Rua Ramalho Ortigão) uma “Jewellery Cocktail Party”, em que será possível personalizar uma joia no momento, com vários “ingredientes” à escolha, pode ler-se em comunicado.

Uma das criações da Mesh. © Divulgação

O festival de joalharia regressa uma semana depois, a 26 de maio, com Alcino Silversmith a abrir as portas da sua oficina centenária, na Rua Santos Pousada, onde a prata ganha diversas formas de joalharia.

No dia seguinte, a festa termina com três eventos. A Mater Jewellery Tales apresenta, entre as 14h e as 20h, na Anselmo 1910 (Rua das Carmelitas), a sua coleção Calçada, uma homenagem à arte e aos artesãos portugueses, que serve de mote a uma encenação.

Às 17h, a MMUTT irá apresentar a montra da sua nova loja (Praça Filipa de Lencastre), e, no final do dia, entre as 18h e as 20h, tem lugar a festa de encerramento, com Sopro Jewellery no espaço Feeting Room (Largo dos Lóios) onde a criadora da marca irá apresentar as suas novidades.

Uma das peças da Sopro, que vai apresentar a nova coleção. Jewellery. © Divulgaçãoo

A iniciativa é promovida pela AORP – Associação de Ourivesaria e Relojoaria de Portugal e o objetivo é dar a conhecer as marcas, os protagonistas e os espaços das joias nacionais na cidade. Os eventos são todos de entrada gratuita, mas é necessária fazer pré-reserva de lugares.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.

Agora que entramos em 2019...

...é bom ter presente o importante que este ano pode ser. E quando vivemos tempos novos e confusos sentimos mais a importância de uma informação que marca a diferença – uma diferença que o Observador tem vindo a fazer há quase cinco anos. Maio de 2014 foi ainda ontem, mas já parece imenso tempo, como todos os dias nos fazem sentir todos os que já são parte da nossa imensa comunidade de leitores. Não fazemos jornalismo para sermos apenas mais um órgão de informação. Não valeria a pena. Fazemos para informar com sentido crítico, relatar mas também explicar, ser útil mas também ser incómodo, ser os primeiros a noticiar mas sobretudo ser os mais exigentes a escrutinar todos os poderes, sem excepção e sem medo. Este jornalismo só é sustentável se contarmos com o apoio dos nossos leitores, pois tem um preço, que é também o preço da liberdade – a sua liberdade de se informar de forma plural e de poder pensar pela sua cabeça.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Cancro

Dia Internacional das Crianças com Cancro

João de Bragança
2.282

O mundo doloroso das crianças e jovens com cancro é isto: a falta de leis, de apoios sociais, de condições ou de políticas, o excesso de protagonismos ou de pequenas lutas próprias.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)