O trânsito no Túnel do Marão foi reaberto no sentido Vila Real-Amarante. Ainda não há previsão sobre quando será regularizado o sentido contrário. A circulação ficou cortada na sequência de um fogo num autocarro de passageiros que ardeu no sentido Amarante-Vila Real.

Em comunicado, a IP informou que o trânsito na galeria norte do Túnel do Marão, sentido Vila Real-Porto, foi restabelecido às 06h30 de hoje.

O tráfego na galeria sul, no sentido Amarante-Vila Real, será reposto após se determinar com exatidão a extensão dos danos, o que será feito ao longo do dia de hoje com as equipas da IP e das empresas construtoras e instaladoras”

De acordo com a empresa, a “reabertura está dependente da disponibilidade de reposição dos equipamentos afetados, prevendo-se que possa ocorrer dentro de alguns dias”.

Anteriormente, uma fonte da Infraestruturas de Portugal (IP), que gere a rede rodoviária nacional, tinha adiantado à agência Lusa que o trânsito tinha sido reaberto na galeria sul, sentido Amarante-Vila Real, mas entretanto a empresa esclareceu que a reabertura foi no sentido contrário.

Fonte do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro disse à Lusa que “quatro jovens pediram assistência por inalação de fumo”, mas foram situações “muito ligeiras”.

No autocarro seguiam 20 passageiros, mas foram todos retirados “com calma”, disse à Lusa fonte da Infraestruturas de Portugal (IP). A fonte disse que nenhum dos passageiros ficou ferido e que o autocarro ficou completamente destruído.

O autocarro, da empresa Rodonorte, ardeu dentro do Túnel, ao quilómetro 74 da autoestrada do Marão, entre Amarante e Vila Real, e obrigou ao corte do trânsito em ambos os sentidos. A empresa vai abrir um inquérito para apurar as causas do incêndio.

As viaturas de socorro demoraram algum tempo a entrar devido ao intenso fumo que saía do túnel (que tem 5,7 quilómetros), como constatou a Lusa no local.

O alerta foi dado à Autoridade Nacional de Proteção Civil às 20h30 e cerca das 22h00 já era pouco o fumo que saía do túnel.

No local, segundo a Proteção Civil, estiveram 48 operacionais e 19 veículos. O trânsito foi cortado nos dois sentidos e desviado para o IP4.