Curiosidades Auto

Nürburgring: último desejo do amante de corridas?

Um dia, todos temos de ir. Há quem queira ser sepultado, cremado, ver as suas cinzas espalhadas algures. E que tal dar uma última volta ao circuito de Nürburgring?

A mítica pista alemã não deixa indiferente nenhum amante de corridas ou de carros desportivos, ela que é conhecida como o Inferno Verde, por estar rodeada de floresta e ser tão longa e retorcida que transforma a vida dos pilotos num verdadeiro inferno. Niki Lauda que o diga, ele que ainda hoje apresenta marcas profundas do acidente que quase o vitimou em 1976, no Grande Prémio da Alemanha de Fórmula 1.

Os fãs de carros potentes rumam ao Nürburgring como os crentes visitam Fátima ou Meca e, com o passar dos anos, o traçado alemão tem vindo a democratizar-se, pelo que hoje todo o tipos de veículos têm direito a “curtir” a pista, de scooters a furgões, passando por automóveis velhos e a cair de podres e… carros funerários.

Numa altura em que há uma série de formas de ir desta para melhor, espanta-nos que ninguém tenha pensado nos amantes das corridas, que certamente veriam com bons olhos – já os familiares é outra conversa – dar uma última volta a Nürburgring, depois de exalar o último suspiro. É uma ideia provavelmente com potencial, que deixamos aqui para ser trabalhada por qualquer startup, com a vantagem de, ainda que sem corpo, já haver carros funerários a rodar no Inferno Verde, como se pode ver no vídeo (completo aqui):

O veículo em causa é uma carrinha Audi 80 espanhola, transformada para serviços fúnebres e enverga na lateral Orchid Euro (a empresa de Orr, especializada em importação de peças usadas para a América), com o curioso claim “We Put The Fun In Funeral”. O americano Jamie Orr adquiriu a carrinha, ele que adora passear pelo mundo e adquirir modelos velhos do Grupo Volkswagen, que depois transporta para os EUA e por cuja viagem paga necessariamente mais do que pagou pelo “chaço”.

Orr foi dar uma volta à pista que quase levou Niki Lauda com o seu Audi 80, tendo sido apanhado pelos homens da Auto Addiction, que filmam tudo o que anda à volta no Nordschleife. Antes de se tornar no orgulhoso proprietário do carro funerário espanhol, Orr deslocava-se no seu Volkwagen Fox de três volumes, uma raridade com um valor comercial quase negativo (na realidade um Voyage brasileiro, exportado para os EUA como FOX), que transportou da Pensilvânia, onde reside, para a Europa, com o fito de participar numa concentração na Áustria.

O vídeo de Jamie Orr, que ele próprio denomina DeathDrive Challenge, referente ao 5º dia, aquele em visitou a pista alemã, aqui fica:

Pesquisa de carros novos

Filtre por marca, modelo, preço, potência e muitas outras caraterísticas, para encontrar o seu carro novo perfeito.

Pesquisa de carros novosExperimentar agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: alavrador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)