Os brinquedos educativos da Science4you vão estar à venda na Target, uma das maiores empresas de retalho dos Estados Unidos, representando cerca de meio milhão de euros em vendas no mercado norte-americano, anunciou a empresa esta quinta-feira em comunicado. São mais de 1800 lojas espalhadas pelos 50 estados.

“Os Estados Unidos representam um país muito relevante para o plano de internacionalização da Science4you. Apesar das especificidades que tem no que se refere à comercialização de brinquedos educativos, e quais os componentes que podem ser incluídos, é onde queremos crescer nos próximos anos”, afirmou o fundador e presidente executivo Miguel Pina Martins.

O líder da empresa que até ao final do ano vai contar com mais de 660 colaboradores nos escritórios de Lisboa, Porto, Madrid, Londres e na fábrica de Loures acrescenta que se a recetividade dos clientes da Target for positiva aos primeiros brinquedos, no próximo ano os Estados Unidos podem representar um mercado que vai até 6 milhões de euros em vendas.

Até ao Natal, as mais de 1.800 lojas da Target vão receber três edições de brinquedos da Science4you, o “Ciência Explosiva”, “Fábrica de Sabonetes” e “Fábrica de Batons”, que foram alvo de algumas alterações para melhor se adaptarem ao mercado americano. A ideia é que este negócio represente a consolidação da marca nesta geografia nos próximos três anos. Por cá, a empresa quer abrir mais 32 lojas e contratar mais 300 pessoas até ao final do ano.

Science4you abre 32 lojas e reforça época de Natal com 300 trabalhadores

A obras de extensão da fábrica que a empresa tem em Loures vão permitir que a Science4you aumente a capacidade de responder a encomendas de grande dimensão, como se espera que sejam as que fazem parte do atual negócio da Target, nos Estados Unidos.

A Science4you comercializa brinquedos educativos para mais de 40 países. Os mercados mais recentes em que está presente são Marrocos, República Dominicana, Letónia, Estónia, Eslovénia, Croácia, Sérvia, Taiwan, Rússia e Bielorrússia. O objetivo de Miguel Pina Martins é terminar o ano de 2017 com uma faturação de 23 milhões de euros.