Engenheiro da Ford que se assume como um apaixonado pela sonoridade característica dos desportivos, Steve von Foerster tem nos vizinhos (e na sua dificuldade em aceitar carros que façam muito barulho) um obstáculo à sua paixão. Motivo pelo qual, enquanto chefe da equipa de Experiência de Utilizadores da Ford, na área de Desenvolvimento de Produto, decidiu ajudar a encontrar uma solução capaz de agradar aos dois lados. Criando um novo modo de funcionamento para o motor do seu Mustang, a que deu o nome de “Good Neighbour” (“Bom Vizinho”) – solução que permite transformar, quando a horas impróprias, o rugir potente do motor V8 do seu muscle car no mero ronronar de um gatinho!

Programável consoante as horas do dia, a tecnologia “Bom Vizinho” disponível no Ford Mustang difere dos sistemas activos de escape que hoje em dia já podem ser ligados ou desligados por permitir, precisamente, um agendamento específico. Com o condutor a poder seleccionar, através do menu do computador de bordo, o tipo de som pretendido. Por exemplo, seleccionando uma sonoridade mais suave e discreta para o período entre as oito da noite e as sete da manhã, altura em que a maioria dos vizinhos ainda está a dormir.

Adoro o som de um motor V8, mas este pode ser demasiado elevado e há que não irritar a vizinhança desse modo. Então pensei: ‘tem que haver uma maneira de dar às pessoas maior controlo sobre o som de um motor’,” recorda von Foerster.

Oficialmente denominados de “Quiet Start” e “Quiet Exhaust”, os dois modos de funcionamento são, aliás, parte integrante do já disponível sistema de temporização activa das válvulas de escape do novo Mustang, o qual ajusta automaticamente o nível de decibéis da nota de escape, de acordo com os diferentes modos de condução – do “Normal” e “Sport”, até ao modo “Track”. Este último, a emitir um já considerável rugido de 82 decibéis.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

[jwplatform IXbsXEpP]

“Os sons acima dos 80 decibéis podem começar a irritar as pessoas. Alguns dos sons mais irritantes imagináveis – tais como um moinho de café ou um cortador de relva – estão bem acima dos 80 decibéis”, recorda o engenheiro de desenvolvimento de escapes da Ford, Matt Flis. Acrescentando que, “com o ‘Quiet Start’ activado, o nível de decibéis do novo Mustang GT vê-se reduzido em cerca de 10 decibéis, para uns mais confortáveis 72 decibéis.”