Banda Desenhada

Ver o mundo pela reportagem desenhada no Festival Amadora BD

A 28.º edição do Amadora BD começa esta sexta-feira, no Fórum Luís de Camões. A exposição principal, "Contar o mundo: A reportagem em banda desenhada", fala da relação entre a Nona Arte e a vida real.

A Amadora BD decorre de 27 de outubro a 12 de novembro. O tema deste ano é a "Reportagem"

ANDRÉ KOSTERS/LUSA

O Festival Internacional de Banda Desenhada da Amadora, que começa esta sexta-feira, dedica a exposição central à relação entre a Nona Arte e vida real, através da reportagem e do jornalismo. “Pensámos que, face ao momento que estamos a viver, era interessante fazer uma ligação direta ao mundo real das pessoas através do jornalismo e da banda desenhada. A BD é o instrumento de passar a palavra de assuntos, uns graves, outros menos graves, de contar histórias de vidas humanas”, afirmou o diretor do Amadora BD, Nelson Dona, à Agência Lusa, durante a montagem do festival.

O 28.º Amadora BD volta a ocupar o Fórum Luís de Camões não só com a exposição central — intitulada “Contar o mundo: A reportagem em banda desenhada” –, mas também com mais de uma dezena de outras mostras coletivas e individuais. A exposição central, comissariada pela jornalista Sara Figueiredo Costa, foi feita em parceria com o Museu de BD de Angoulême e com o Museu de Cartoon Israelita, abrangendo diferentes perspetivas da ideia de reportagem em banda desenhada.

Entre os autores representados estão Joe Sacco — que declinou o convite para estar na Amadora por razões familiares –, a argumentista Anne Elizabeth Moore e o autor brasileiro Sama. Este ano, Nuno Saraiva é o autor português em destaque, por ter vencido o prémio de melhor álbum português de banda desenhada de 2016, com Tudo Isto é Fado. Além de ter desenhado a imagem gráfica do festival, o autor faz uma retrospetiva, muito resumida, de 30 anos de carreira, numa exposição que, visualmente, remete para um arraial, numa ligação direta aos bairros e figuras típicas de Lisboa. “O meu trabalho, tanto na BD e como na ilustração, é quase diário. Trabalho para múltiplos lugares e caminhos. Reunir tudo seria uma tarefa quase impossível”, afirmou Nuno Saraiva à Lusa enquanto finalizava a exposição.

A poucas horas da abertura oficial do festival, o Fórum Luís de Camões estava ainda transformado num estaleiro criativo, com os espaços expositivos cheios de balde, latas de tinta, escadotes, trinchas, pincéis e rolos de tapetes. Das exposições programadas, Nelson Dona destacou ainda as que são dedicadas a “dois centenários importantíssimos para a história da banda desenhada mundial”, dos autores norte-americanos Will Eisner e Jack Kirby. “São autores de linhas gráficas, narrativas e estéticas muito diferentes, mas ambos marcaram a história da BD. O Jack Kirby na criação de super-heróis e, no caso de Will Eisner, a novela gráfica que veio revolucionar completamente e trazer um outro público para a BD”, disse o diretor.

Até 12 de novembro, o Amadora BD terá ainda exposições sobre a presença portuguesa no mercado norte-americano, sobre o autor brasileiro Marcello Quintanilha e a ilustradora Joana Estrela. Quem for ao Fórum Luís de Camões terá ainda acesso a uma seleção da banda desenhada que foi publicada em Portugal ao longo dos últimos 12 meses. No dia 4, a organização anuncia os prémios para os melhores livros e autores do ano literário português.

Como habitualmente, haverá ainda um espaço reservado à venda de livros e outro para sessões de autógrafos com alguns dos convidados. Está confirmada a presença de Mike Royer, arte-finalista que trabalhou com Jack Kirby, e dos autores Jan Bauer, Marcello Quintanilha, Gustavo Borges ou Mathieu Sapin.

O Amadora BD terá ainda exposições fora do Fórum Luís de Camões, nomeadamente uma retrospetiva dedicada a Fernando Relvas na Galeria Municipal Artur Bual, e uma mostra sobre o livro coletivo Cidades, do Lisbon Studio na Bedeteca. O festival é organizado pela autarquia da Amadora e o orçamento ronda os 500 mil euros.

O Amadora BD decorre de 27 de outubro a 12 de novembro. O programa completo pode ser consultado aqui

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.

Agora que entramos em 2019...

...é bom ter presente o importante que este ano pode ser. E quando vivemos tempos novos e confusos sentimos mais a importância de uma informação que marca a diferença – uma diferença que o Observador tem vindo a fazer há quase cinco anos. Maio de 2014 foi ainda ontem, mas já parece imenso tempo, como todos os dias nos fazem sentir todos os que já são parte da nossa imensa comunidade de leitores. Não fazemos jornalismo para sermos apenas mais um órgão de informação. Não valeria a pena. Fazemos para informar com sentido crítico, relatar mas também explicar, ser útil mas também ser incómodo, ser os primeiros a noticiar mas sobretudo ser os mais exigentes a escrutinar todos os poderes, sem excepção e sem medo. Este jornalismo só é sustentável se contarmos com o apoio dos nossos leitores, pois tem um preço, que é também o preço da liberdade – a sua liberdade de se informar de forma plural e de poder pensar pela sua cabeça.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)