O anúncio foi feito pelo próprio responsável máximo pelo novo departamento de performance da Hyundai, a divisão N. Albert Biermann revelou, em entrevista, que a sua equipa tinha recebido luz-verde para desenvolver versões desportivas de dois dos SUV da marca sul-coreana, o Tucson e o Kauai. Mas a alegria durou pouco, pois os responsáveis máximos da Hyundai terão repensado melhor a estratégia e chegado à conclusão que, embora bem-vindos, o Tucson N e o Kauai N não são, afinal, uma prioridade.

A tranquilizar tanto o alemão, como a sua equipa, fica a certeza de que os dois projectos não foram abandonados, mantendo-se no horizonte da Hyundai. Ainda que não estando certo, para já, qual dos dois será o primeiro a surgir no mercado.

Pelo contrário, garantido parece estar, sim, que ambos ostentarão motores bem mais potentes, melhores sistemas de travagem, diferentes tipos de suspensão, além de um generoso kit aerodinâmico.

“Acredito que vão ser dois projectos que irão sendo desenvolvidos pouco a pouco e em lume brando”, afirmou o director sénior de Produto na Hyundai Austrália, Andrew Tuitahi, em declarações à Motoring, defendendo que “criar uma marca centrada na performance é algo que deve ser feito com algum cuidado”.

Recorde-se que a criação da divisão N foi mais um passo do construtor sul-coreano no sentido de elevar o posicionamento da marca no mercado, mudando a percepção e imagem que os clientes têm da Hyundai. Sendo que, nesse esforço, os SUV e crossovers desportivos e de elevadas performances prometem ser um produto capaz de desempenhar um papel crucial; ainda que não pareçam ser prioritários para já.