O primo de Rihanna foi assassinado a tiro esta terça-feira, em Barbados. No Instagram, a cantora revelou que tinha passado o Natal com o primo, no seu país natal, e mostrou-se devastada com a notícia.

A Nation News conta que Tavon Kaiseen Alleyne estava a andar sozinho na zona de St. Michael, por volta das sete da tarde, quando foi baleado várias vezes por um homem que ainda não foi identificado. Alleyne ainda foi transportado para o hospital, mas acabou por não resistir aos ferimentos. Tinha 21 anos.

Rihanna partilhou no Instagram várias fotografias com o primo e disse não acreditar que “foi só na última noite que te tive nos meus braços”. A cantora acrescentou que nunca pensou que “era a última vez que sentia o calor do teu corpo” e adicionou a hashtag #endgunviolence (em português, “acabem com a violência armada”).

O Independent avança que a polícia de Barbados abriu uma verdadeira “caça ao homem”. Tavon Kaiseen Alleyne e Rihanna eram próximos e em fevereiro, quando a cantora fez anos, o rapaz publicou uma foto dos dois no Instagram e escreveu “a tua presença na minha vida é uma fonte de alegria e felicidade”.

https://www.instagram.com/p/BQu3NtEAh4F/?taken-by=merka_95