A tendência Esperança em Movimento (TEM) vai apresentar uma proposta ao Congresso do CDS-PP para que Adriano Moreira seja presidente emérito dos centristas, saudando a homenagem que o partido lhe prestará no sábado.

“Nós vamos propor a atribuição ao professor Adriano Moreira do título de presidente emérito, a senhora presidente decidiu, e bem, prestar-lhe uma homenagem, que é da autoria da senhora presidente”, afirmou à Lusa o porta-voz da TEM, Abel Matos Santos.

Abel Matos Santos, que é um defensor do regresso de Manuel Monteiro ao CDS, considera que os ex-presidentes do CDS que não estão filiados deviam assistir a essa homenagem, que será enquadrada pela reativação do Senado do partido, órgão no qual os presidentes filiados têm assento por inerência.

“Foi uma pena que isso não acontecesse dessa forma, esperamos que ainda possamos ver Adriano Moreira e todos os ex-presidentes, se calhar num evento organizado pela TEM”, disse.

Abel Matos Santos argumenta que a homenagem a Adriano Moreira resulta de uma correta interpretação “do desejo e da vontade dos militantes” por parte de Assunção Cristas, tal como a reposição do “botão da história” no sítio da internet do partido e da recolocação dos retratos dos presidentes na entrada da sede do partido, em Lisboa.