Portugal volta esta quarta-feira ao mercado para emitir até 1.500 milhões de euros em dois leilões de Bilhetes de Tesouro (BT) a seis meses e a um ano.

O IGCP precisou que realiza os dois leilões das linhas de BT com maturidades em setembro de 2018 (seis meses) e em março de 2019 (um ano), num montante indicativo global entre 1.250 milhões e 1.500 milhões de euros.

Este duplo leilão já estava previsto e será a última ida ao mercado para financiamento de curto prazo agendada para o primeiro trimestre deste ano, segundo o programa de financiamento do IGCP para 2018.

A emissão agendada para quarta-feira é comparável com os dois leilões de BT que ocorreram em janeiro, que também tinham maturidades a seis e a 12 meses.

Na altura, Portugal emitiu 500 milhões de euros a seis meses a uma taxa de juro de -0,425% e 1.250 milhões de euros a um ano a uma taxa de juro de -0,398%. Em ambos os casos, estas foram as taxas de juro mais baixas de sempre.