Durante quase dez anos anos, o único papel desempenhado pela atriz Sandra Oh foi o de Cristina Yang, médica cirúrgica na série “Anatomia de Grey”.  Agora, a atriz é a estrela de “Killing Eve”.

Sandra Oh deixou o papel de Cristina Yang há quatro anos e, desde então, têm feito outro tipo de papéis, mais pequenos, como a participação no filme “Catfight”, com a atriz Anne Heche. Mas Sandra Oh está de volta.

“Killing Eve” é a série que pela primeira vez deu o papel principal a Sandra Oh e em que a atriz desempenha o papel de Eve Porowski, uma agente dos serviços secretos britânicos. A série estreou-se este domingo no Reino Unido, no canal BBC, sob a direção de Phoebe Waller-Bridge.

Na série, a protagonista acaba por ficar fixada numa assassina chamada Villanelle, que tem matado pessoas pela Europa, um caso perfeito para ser investigado pela personagem de Sandra Oh. A série tem por base os livros do escritor Luke Jeannings.

[Teaser da série, partilhado na conta de Instagram da atriz:]

Em entrevista à publicação “Vulture”, a atriz admitiu que depois de ter feito “Anatomia de Grey” tentou não pensar nas oportunidades que não estavam a aparecer na sua carreira. “Demorei muito tempo a encontrar o projeto certo”, admite Sandra Oh.

“A determinado ponto da nossa carreira, pensamos que A, B ou C era suposto estarem a acontecer. Pensar nisso estava a fazer-me sofrer”, acrescenta a atriz, que também contou que este projeto chegou até ela através de uma chamada telefónica da produção da série.