O coordenador do Centro Nacional de Cibersegurança (CNCS), Pedro Veiga, demitiu-se do cargo, confirmou esta quarta-feira à Lusa o gabinete da ministra da Presidência e da Modernização Administrativa.

A nomeação do substituto será anunciada brevemente, de acordo com uma informação do gabinete de Maria Manuel Leitão Marques.

Em resposta ao Observador, o gabinete da ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, afirmou que a demissão de Pedro Veiga “não está relacionada” com o Exercício Nacional de Cibersegurança que se realiza até quinta-feira. Segundo o gabinete, Pedro Veiga terá apresentado a demissão “por outros motivos”.

A ministra da Presidência, segundo a mesma informação, agradeceu “o contributo inestimável de Pedro Veiga para o trabalho nesta área, ao longo destes dois anos”.

Maria Manuel Leitão Marques nomeou Pedro Veiga como coordenador do Centro Nacional de Cibersegurança em 2016. O responsável do CNCS deveria ficar até 2019 no cargo. Pedro Veiga é pioneiro da Internet em Portugal, professor no Departamento de Informática da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e estava à frente do CNCS.

*Artigo corrigido às 16h00, de 10 de maio. As siglas FCCN não se referem ao “Departamento de Informática da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa” e o CNCS iniciou atividades em 2014, e não 2016.