Santos Populares 2018

Casamentos e marchas tomam conta de Lisboa em véspera de feriado municipal

Em dia de Santo António, celebram-se os casamentos e as 23 marchas a concurso vão desfilar na Avenida da Liberdade. Metro vai circular "ininterruptamente" durante a noite e PSP vai apertar segurança.

JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

Os Casamentos de Santo António e o desfile de 27 marchas populares são os protagonistas da agenda das Festas de Lisboa para esta terça-feira, que motivam, além de um reforço policial, a circulação do metro durante toda a noite.

Na véspera do feriado municipal, dezasseis casais celebram o matrimónio nos Casamentos de Santo António, cerimónia que comemora este ano o 60.º aniversário e que começa “às 11h30, com a cerimónia civil, nos Paços do Concelho, seguindo-se os casamentos religiosos na Sé de Lisboa, às 14h00”, segundo o comunicado enviado pela Câmara Municipal de Lisboa (CML). A partir das 21h00, os casais rumam à Avenida da Liberdade, onde o espírito bairrista de Lisboa vai sair à rua com o desfile das marchas populares, este ano em comemoração dos 120 anos do nascimento do ator Vasco Santana.

Há 23 marchas a concurso no evento, organizado pela Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural (EGEAC): São Vicente, Alfama — vencedora das últimas duas edições –, Olivais, Marvila, Ajuda, Lumiar, São Domingos de Benfica, Alcântara, Benfica, Belém, Boavista, Madragoa, Mouraria, Bica, Graça, Bela-Flor Campolide, Carnide, Castelo, Penha de França, Campo de Ourique, Alto do Pina, Bairro Alto e Santa Engrácia.

A marcha infantil “A Voz do Operário” e as marchas dos Mercados e da Santa Casa também vão desfilar extraconcurso, e a marcha da vila de Lousã vai participar enquanto convidada.

O Metropolitano de Lisboa vai circular “ininterruptamente” durante a noite, “com comboios de seis carruagens” em todas as linhas, segundo o comunicado enviado pela empresa. A rodoviária Carris também vai fazer alterações ao serviço e a “circulação dos elétricos termina às 18h30”, de acordo com uma nota enviada à agência Lusa.

É esperada uma afluência maior de pessoas nas ruas da cidade — para festejar nos arraiais que decorrem um pouco por toda a cidade — e o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP informou que o centro da cidade vai fechar ao trânsito a partir das 18h00, sendo apenas permitida a passagem de transportes públicos.

A PSP também vai destacar mais equipas para reforçar as ruas de Lisboa e, como medidas de segurança adicionais, vai colocar “carris antiveículos”, para impedir a passagem de carros, e “ouriços metálicos” em alguns dos “pontos de cortes de trânsito, de acordo com a informação divulgada numa conferência de imprensa em 8 de junho. A polícia também avançou que vão decorrer operações de fiscalização durante a madrugada, à entrada e à saída da cidade.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)